Imprimir 

Um aplicativo móvel do Processo Judicial Eletrônico (PJe) para smartphones Android é um dos destaques da participação do Tribunal de Justiça do RN no 9º Congresso de Informática e Inovação na Gestão Pública (Conip), que acontece em Brasília hoje (5) e amanhã.

O diretor do Departamento de Projetos e Sistemas, da Secretaria de Tecnologia da Informação (Setic), Kleber Fernandes será o representante do Tribunal no evento.

O projeto, que ainda está em fase de testes, é inédito no país e irá facilitar ainda mais a consulta dos processos pelos magistrados, advogados e para consulta pública e tem ainda a possibilidade de ser expandido para todos o país.

“O TJRN é o primeiro do país a explorar uma aplicação móvel para acesso aos processos do PJe e já há interesse do Conselho Nacional de Justiça para encampar a ferramenta pelos tribunais brasileiros”, afirma o diretor.

Com o uso deste aplicativo, o magistrado poderá ter um rápido acesso aos processos do PJe através de filtros e visualizar as prioridades, urgências, entre outros. Na ferramenta também será possível visualizar um detalhamento resumido dos processos.

De acordo com Kleber Fernandes, a ferramenta ainda está em fase de testes, mas em breve deverá estar disponível para download. “No momento a ferramenta opera apenas para aparelhos que funcionam com o sistema Android, mas é nossa intenção expandir na sequência para outros sistemas”, explicou.

O projeto foi desenvolvido a partir de convênio do TJRN com instituições de ensino superior, que firmou a inserção de estagiários dentro do Departamento de Projetos e Sistemas. Na criação do aplicativo do PJe estiveram envolvidos os estudantes Rodrigo Randel, Leandro Rochink e Thiago Correia, alunos do curso de Engenharia de Computação da UFRN, sob a supervisão de Kleber Fernandes.

Case

Kleber Fernandes participará amanhã do painel sobre casos práticos “Implantação do PJe - Processo Judicial Eletrônico”, onde será apresentado o trabalho realizado pelo Judiciário Potiguar.

O evento, que pretende reunir mais de 200 autoridades e líderes de TI dos 92 tribunais e três conselhos existentes no Brasil, discutirá as melhores práticas em tecnologia da informação para o setor e as possibilidades do uso das novas tecnologias de informação e comunicação nos processos de inovação e modernização do Poder Judiciário.

Kleber fala sobre a importância do convite para apresentação do trabalho de implantação no PJe no estado do Rio Grande do Norte. “Esse convite e a exposição no painel, sem dúvida, dá visibilidade ao trabalho que vem sendo realizado junto ao departamento de Projetos e Sistemas, mérito de toda a equipe, colocar o TJRN em destaque nacional”.

Segundo ele, a apresentação do case versará sobre implantação do sistema Processo Judicial Eletrônico e como ele tem possibilitado a celeridade na prestação jurisdicional, a simplificação de rotinas, a melhoria na acessibilidade, a transparência, a otimização de recursos e a redução de custos no judiciário do RN.