Ações socioambientais do TJ realizam mais de 147 mil atendimentos

Dados computados pelo Núcleo de Ações e Projetos Sociais (NAPS) do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) indicam que durante o ano passado foram prestados 147.802 atendimentos a cidadãos potiguares nos diversos projetos desenvolvidos pela unidade em municípios do RN. São atividades de exposição de direitos básicos ao cidadão, iniciativas de conscientização e preservação ambiental, reconhecimento de paternidade, casamentos comunitários e prestação de serviços por entidades parceiras integrantes desses eventos.

Em sete edições normais e especiais do programa “Justiça na Praça”, o que envolve maior estrutura para sua realização, o TJ potiguar e seus parceiros prestaram 93.249 atendimentos em eventos realizados em Natal, Pau dos Ferros, Maxaranguape, Parnamirim e Macaíba. Os maiores foram esses dois últimos citados, com 39.942 e 34.898 serviços prestados respectivamente, nos meses de agosto e novembro. Carro-chefe do NAPS o Justiça na Praça conta normalmente com pelo menos 50 entidades apoiadoras entre públicas, privadas e não governamentais.

Entre as ações ambientais destaca-se o trabalho da Comissão Permanente de Gestão Ambiental (COPEGAM), coordenada pela juíza Fátima Soares, da 1ª Vara da Família da Zona Sul de Natal. Destaque para o projeto “Elefante Verde”, com edição em 20 março, com a reunião de 242 estudantes de Nísia Floresta e Currais Novos, no Ecoposto do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (IDEMA), na Área de Preservação Ambiental Bonfim-Guaraíras. O evento foi documentado para a TV Justiça, para exibição na Série Justiça Seja Feita, daquela emissora pública, veiculado para todo o país em abril, com produção da Fundação Renato Azeredo, de Belo Horizonte.

 

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200