Em expansão no RN, PJe tem mais de um milhão de processos em tramitação no país

Em expansão no âmbito da Justiça Estadual potiguar, o Processo Judicial Eletrônico (PJe), novo sistema de tramitação processual do TJRN, finalizou o ano de 2013 com a marca de mais de 1 milhão de usuários em todo país. Capitaneado pelo Conselho Nacional de Justiça, o PJe pode ser adaptado para as diversas realidades dos tribunais do Brasil. Na Justiça Estadual do Rio Grande do Norte, o sistema conta hoje com 4.425 processos em tramitação e 1.681 advogados cadastrados.

“O processo eletrônico já é realidade em todo o País. O PJe é um modelo de avanço tecnológico, e representa um ganho para os brasileiros diante dos resultados da agilização da prestação jurisdicional”, disse o conselheiro Saulo José Casali Bahia, presidente da Comissão de Tecnologia da Informação e Infraestrutura do CNJ.

No RN, o PJe já foi implantado em 17 unidades dos Juizados Especiais na comarca de Natal e deverá continuar sua expansão para a Justiça Comum ao longo de 2014 e para os Juizados no interior, ampliando ainda mais seu alcance aos usuários. No final de dezembro de 2013, o TJRN implantou o PJe nas Turmas Recursais, uma espécie de segunda instância dos Juizados Especiais, sendo o primeiro Tribunal de Justiça a fazê-lo.

“Também implantamos, em caráter de projeto piloto, o PJE na Justiça Comum, na 9ª Vara Cível”, afirma o diretor do Departamento de Projetos e Sistemas, da Secretaria de Tecnologia da Informação, Kleber Fernandes. Até o fim de janeiro, a implementação será avaliada, a fim de se tornar definitiva também em outras varas.

Cenário

“O PJe vem se consolidando como uma ferramenta segura para a otimização e o aperfeiçoamento da prestação jurisdicional”, afirmou o conselheiro Casali Bahia. A Justiça do Trabalho foi a que mais avançou na utilização do PJe, com mais de 900 mil processos distribuídos pelo sistema eletrônico. Na Justiça estadual, foram mais de 120 mil ações. Na Justiça estadual, além do Rio Grande do Norte, outros seis tribunais já começaram a trabalhar com o PJe: Pernambuco, Minas Gerais, Paraíba, Mato Grosso, Maranhão e Roraima.

* Com informações do CNJ

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça 7 de Setembro, S/N, Natal/RN, 59025-300 - (84) 3616-6200