Presidente do TJRN destaca que apesar de déficit de juízes, instituição avançou em 2013

“Não deixamos nos intimidar pela falta de juízes e servidores e conseguimos fazer o máximo com o mínimo”. Esta foi a palavra de ordem do presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), desembargador Aderson Silvino, durante a abertura do Ano Judiciário 2014, na sessão desta terça-feira (7) no Plenário da Corte Estadual de Justiça. O dirigente da instituição lembra que o TJ potiguar, apesar do déficit de juízes e servidores em Varas e Comarcas, tem recebido as melhores avaliações em quesitos como gestão, comunicação social e produtividade, o que amplia o desafio de avançar ainda mais, sobretudo na prestação jurisdicional.

Para Aderson Silvino, os resultados estão aí. “Atingimos 98% em eficiência na gestão estratégica, superando o desempenho neste segmento do próprio Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e por isso não podemos parar” - acrescenta o presidente do TJRN. “Poderíamos ter optado por ficar reclamando por não dispor das condições mais adequadas, mas optamos por trabalhar ainda mais”.

O desembargador Amílcar Maia menciona que a Justiça será cada vez mais exigida em dar respostas à sociedade e que a tendência é receber uma demanda cada vez maior de processos para julgamento.

O colega João Rebouças enfatiza ser o ano de 2014 um tempo de muito trabalho e fez destaque para as linhas de atuação da gestão Aderson Silvino - transparência e eficiência - como marcas permanentes e necessárias para o sucesso do Judiciário.

“Tenho certeza de que no ano passado, julgamos uma quantidade de processos maior do que em 2012, lembrando que apreciamos cerca de 300 deles na última sessão da 3ª Câmara Cível”, cita o desembargador Claudio Santos.

Os desembargadores Saraiva Sobrinho e Ibanez Monteiro concordam que 2013 foi um ano vitorioso. O segundo acrescentou que três palavras devem nortear o trabalho dos magistrados: iluminação, inspiração e sabedoria para que possam resolver o maior número de processos possíveis.

A sessão de hoje contou com duas juízas convocadas: Tereza Diógenes e Fátima Soares.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça 7 de Setembro, S/N, Natal/RN, 59025-300 - (84) 3616-6200