Justiça & Escola deverá alcançar 14.500 alunos em Macaíba

O histórico Solar do Engenho Torto, situado no segundo engenho de cana-de-açúcar a ser instalado no Rio Grande do Norte, foi o palco escolhido para o início da ação formativa do programa “Justiça & Escola”, do Tribunal de Justiça do RN, no município de Macaíba. A abertura da 16ª edição do programa, a quinta a ser realizada no ano de 2013, ocorreu na noite de ontem (2) com a participação de integrantes do Judiciário, do Executivo municipal e de educadores da rede municipal de ensino, formada por 42 escolas. Agora, hoje e amanhã esses professores irão conhecer a metodologia de “O caráter conta” e terão a missão de replicar esses conhecimentos para os cerca de 14.500 alunos da rede.

O Justiça & Escola é uma ação educativa promovida pelo Núcleo de Ações e Projetos Socioambientais (Naps) do TJRN que busca promover transformação social por meio da ética, trabalhando a formação de crianças e adolescentes nas escolas através de seis pilares fundamentais: cidadania, responsabilidade, respeito, sinceridade, senso de justiça e zelo. Visa conscientizar os alunos e suas famílias sobre seus direitos e deveres, desenvolvendo a cidadania e contribui para a redução da violência no ambiente escolar.

Além dos educadores e da equipe de formadores, composta por servidores do TJRN, participaram do evento a desembargadora Maria Zeneide Bezerra, coordenadora do Naps; o juiz José Undário Andrade, coordenador do Justiça & Escola; a diretora do Foro da comarca de Macaíba, juíza Viviane Ubarana; o prefeito de Macaíba, Fernando Cunha; a secretária municipal de Educação, Márcia Portela Brilhante; além de outras autoridades locais.

Caráter

O juiz José Undário Andrade, coordenador do Justiça & Escola, apresentou os objetivos do programa, ressaltando o exercício da ética enquanto ação transformadora e de formação cidadã dos alunos e de suas famílias por meio da disseminação de valores e práticas. “A personalidade tem o poder de abrir portas, mas é o caráter que as mantêm abertas”.

O magistrado ressaltou que a ética e a cidadania são ferramentas essenciais para o convívio em sociedade e que ao estimular essas práticas, o Judiciário passa a buscar uma justiça preventiva ao invés da resolução de conflitos. Citando um teólogo e educador alemão, José Undário finalizou: “Dar o exemplo não é uma das melhores formas de educar. É a única”.

A juíza Viviane Ubarana, que atua na Vara da Infância daquela comarca, afirmou que o “Justiça & Escola” constituiu uma importante iniciativa de conscientização, tornando a sociedade mais preparada, por meio da leitura, do debate e da reflexão sobre o ambiente escolar. Ela parabenizou o trabalho social desenvolvido pelo Naps, por buscar aproximar as pessoas de sua cidadania “e ao aproximá-los torná-los mais fortes”.

A secretária de educação Márcia Portela explicou que o município vem se preparando há seis meses para receber o Justiça & Escola e que Macaíba preza pela formação continuada de seus educadores. Ela lembrou que a proposta trazida pelo programa vem a somar à cultura de paz que foi instituída na rede escolar. “Quanto mais falarmos em paz, mais isso fica incutido no nosso íntimo”, assinalou. Sobre os ensinamentos do Justiça & Escola, Márcia Portela disse que os conhecimentos trazem consigo a responsabilidade de serem multiplicados, e que não são apenas de ordem cognitiva, mas conhecimentos íntimos, espirituais.

Cidadania

O prefeito de Macaíba, Fernando Cunha, realizou uma homenagem à desembargadora Zeneide Bezerra pela parceria firmada pelo Tribunal de Justiça com o município, iniciada com a realização da 34ª edição do programa Justiça na Praça, no dia 8 de novembro, em evento que reuniu mais de 60 mil pessoas durante mais de nove horas de prestação de serviços em 53 estandes distribuídos pelo entorno da Praça Paulo Holanda Paz. Na ocasião foram prestados 34.168 atendimentos nas áreas jurídica, de saúde, cidadania, cultura, previdenciária e social.

A desembargadora Maria Zeneide Bezerra falou sobre a opção do Tribunal de Justiça em ir além de sua missão de dirimir conflitos enveredando por um caminho social que visa justamente evitar sua ocorrência. A magistrada registrou o alcance dos projetos sociais do TJRN – o Justiça & Escola nasceu em 2007 e chegará ao fim deste ano implantado em 17 municípios do Rio Grande do Norte, alcançando um público de cerca de 500 mil alunos da rede pública e mais de 4 mil educadores capacitados na metodologia de “O caráter conta”.

“Não adianta querer mudar o mundo sem dar atenção às nossas crianças e adolescentes. Após essa capacitação vocês serão outras pessoas e vão multiplicar esses novos conhecimentos. Será uma mudança de comportamento drástica e maravilhosa”, afirmou a desembargadora Maria Zeneide Bezerra.

Na ocasião, o prefeito Fernando Cunha reiterou seu compromisso com a realização de cursos de capacitação para os educadores de Macaíba e assinou o convênio entre o município e o TJRN para realização do Justiça & Escola em Macaíba.

Atendimento ao público


Segunda a quinta: 08h - 15h (15h às 18h apenas para medidas de urgência)
Sexta-feira: 07h - 14h



Feriados 2019


Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200