Semana de Conciliação: juíza celebra 60 casamentos

Como já é tradição, a Semana de Conciliação teve início com um casamento comunitário realizado nesta segunda-feira (2) pelo Tribunal de Justiça do RN (TJRN). Desta vez, 60 noivos de todas as regiões da capital tiveram os matrimônios selados pela juíza celebrante, Fátima Soares. “Esse é o momento de celebrar a união, de pensar em viver ao lado de outra pessoa para o resto da vida, na alegria e tristeza, na saúde e na doença. Que vocês fiquem conscientes disso e sejam felizes”, orientou a juíza.

O casamento comunitário da Semana de Conciliação ocorreu no auditório do Tribunal do Júri, no Fórum Miguel Seabra Fagundes. Muitos casais se emocionaram na hora do sim. Como ocorreu com o casal mais jovem da cerimônia, o auxiliar administrativo Luiz Henrique Emerenciano, de 18 anos, e a estudante Isabel Cristina Emerenciano, de 17. “É um sonho realizado, sei que ele é o homem da minha vida e apesar de sermos tão jovens temos consciência da seriedade desse momento”, disse Isabel.

Segundo eles, o motivo capital para o casamento não é outro senão “o amor”. “Nos amamos. Isso não basta?”, questionou Luiz. O casal não programa para tão cedo um herdeiro. “Somos muito novos, quero estudar, arranjar algo melhor e depois pensamos nisso”, acrescentou Isabel.

Ao lado do casal mais jovem estava Marlene Souza, de 50 anos, e João Maria Souza, de 44, ambos os mais velhos entre os noivos. Eles já têm dois filhos, um de 22 e outro de 20 e após 25 anos de convivência resolveram se casar. “Quando fomos viver juntos ele era muito novo, só tinha 18 anos, e tinha medo de casar. Mas agora realizei meu sonho”, disse Marlene.

Para João Maria era só isso o que faltava para completar os anos de cumplicidade e amor mútuo. “Já éramos felizes, agora com a certeza de uma união mais firme ainda”, completou ele.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200