Areia Branca festeja 2ª edição do Justiça na Praça

A Comarca de Areia Branca recebeu sexta-feira, 30, a 28ª edição do Programa “Justiça na Praça”, que aconteceu na Praça Nossa Senhora da Conceição, que fica na Rua Cel. Liberalino, no Centro da cidade. Esta foi a segunda vez que os cidadãos daquele município receberam os inúmeros serviços oferecidos pelo Poder Judiciário e seus inúmeros parceiros, tais como Plantão Jurídico, Advocacia Voluntária, Defensoria Pública, atuação do Ministério Público, além de emissão de documentos, assistência médica e fotocópias, tudo de forma gratuita, eficaz e sem burocracia.

Após a solenidade de abertura, ocorreu na tenta principal a realização de 65 casamentos comunitários, celebrados pela juíza Marina Melo. Na quinta-feira, 29, o Justiça na Praça realizou 30 casamentos comunitários em Grossos e 16 em Tibau. Para essa nova edição do Justiça na Praça na cidade, foram realizadas 200 audiências por 15 juízes, sete promotores, inúmeros advogados, defensores e procuradores. Foram realizados quase 15 mil atendimentos, para um público flutuante de 20 mil pessoas.

Na ocasião do evento, o presidente em exercício do Tribunal de Justiça, desembargador Expedito Ferreira, entregou ao representante da Empresa SERPE Serviços e Projetos LTDA. o termo de serviço das obras da construção do novo Fórum da Comarca de Areia Branca. A obra é orçada no valor de R$ 1.222.527,49, com prazo de execução de 12 meses, conforme estabelecido no contrato nº 011/2012 do TJ.

Durante a solenidade, algumas homenagens foram feitas, como a apresentação de um cordel escrito pelo cordelista Narciso Rebouças, que falava sobre o Programa “Justiça na Praça” e uma outra homenagem feita a desembargadora Zeneide Bezerra.

Coordenadora do Núcleo de Projetos apresenta o programa

A desembargadora Zeneide Bezerra, que é coordenadora do Núcleo de Projetos e Programas Sócio-Ambientais do TJ, disse estar muito feliz por estar pela segunda vez em Areia Branca com um programa que leva paz para todos os lugares onde acontece. Ela lembrou que o programa leva o Judiciário às ruas desde 2007, assim como o “Justiça e Escola” leva o Judiciário às escolas e a COPEGAM mostra a preocupação do Tribunal de Justiça com o Meio Ambiente. “Somos um ente social e como tal devemos ofereceu um serviço cada vez melhor aos jurisdicionados”, declarou.

De acordo com a desembargadora Zeneide Bezerra, com o “Justiça na Praça”, o Judiciário vai até a população, oportunidade em que as pessoas mais carentes têm a oportunidade de ter contato pela primeira vez com juízes, promotores e desembargadores. Ela disse que já são mais de um milhão de pessoas atendidas pelos programas do Núcleo. A desembargadora destacou também a parceria com a Prefeitura local, o que possibilitou a montagem de toda a estrutura do evento. Ela agradeceu a todos os colaboradores e apresentou, com uma música, os projetos do TJ. Ao final, agradeceu a homenagem que recebeu.

Prefeito destaca importância do evento

O prefeito Manoel Cunha Neto agradeceu a todos os que fazem o Programa “Justiça na Praça” e saudou o povo de Areia Branca por ter prestigiado o evento em peso. Ele disse ser uma grata satisfação ter o evento em seu município pela segunda vez. Elogiou o local escolhido pelo Programa para atender aos cidadãos: a praça pública. Para ele, a praça é o lugar ideal, pois é onde se congrega mais pessoas, um ponto ecumênico, politizado, o mais popular dos recantos de uma cidade.

Para o prefeito, o “Justiça na Praça” demonstra que o serviço público deve estar ao alcance do cidadão, sem burocracia. “É preciso entendermos que o ato de servir deve ser simples e singelo”, afirmou. E é nessa perspectiva que ele enquadra o “Justiça na Praça”, programa que busca oferecer a maior quantidade de serviços de forma rápida e eficiente, o que acaba também contribuindo para melhorar os problemas socioambientais. “Ele serve como uma pedagogia, ensinando ao servidor como servir.

O prefeito agradeceu ainda ao gesto do TJ por levar, através de juízes, servidores e parceiros, serviços indispensáveis ao cidadão, mostrando que cidadania se consegue no dia-a-dia. Agradeceu ao desembargador Expedito Ferreira pela assinatura da ordem de servido para a construção do novo fórum. Ao desembargador Expedito, o prefeito ofereceu um presente composto por produtos típicos de Areia Branca, atitude explicada por ele como um reconhecimento da cidade pela parceria com o TJ.

Desembargador Expedito declara aberto o evento

O desembargador Expedito iniciou seu discurso afirmando que é uma grata satisfação e alegria abrir oficialmente os trabalhos da 28ª edição do “Justiça na Praça”, assim como autorizar a ordem de serviço para a construção do fórum, que em doze meses, terá estrutura digna, condizente com a importância social e econômica da cidade. Ele disse que o Justiça na Praça vem beneficiando inúmeros potiguares e destacou a importância da parceria com os 40 colaboradores que convergem esforços em prol da parcela mais necessitada da população. Agradeceu o presente oferecido pelo prefeito.

Também compareceram ao evento: a juíza diretora do Foro da Comarca de Areia Branca, Katia Cristina Guedes Dias; a juíza Marina Melo, representando a presidente da AMARN, Hadja Rayanne Holanda de Alencar; o procurador de Justiça Luiz Lopes de Oliveira Filho, representando o procurador Geral de Justiça; Tyrone Dantas de Medeiros, coordenador de Eleições, representando o Presidente do T.R.E.; Aldo Fernandes de Souza Neto, vice-presidente da OAB, subseção Mossoró; a diretora da 6ª DRAE de Mossoró, Ireneide Holanda Montenegro da Escócia, representando a governadora Rosalba Ciarline e o vereador Aldo de Oliveira Dantas, presidente da Câmara dos Vereadores.

 

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200