Coordenador do Judiciário para a Copa visita instalações dos Juizados na Arena das Dunas

O juiz Agenor Fernandes, designado pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte para acompanhar as ações de preparação do Judiciário para a Copa do Mundo de 2014, visitou na tarde de hoje (14) as instalações do estádio Arena das Dunas, palco do mundial em Natal. O objetivo foi conhecer e avaliar as instalações destinados ao Juizado Especial do Torcedor, que terá funcionamento permanente durantes os jogos na Arena.

A visita foi acompanhada ainda pelo promotor de Justiça José Augusto Peres e pelos defensores públicos Marcus Alves, Serjano Torquato, Anna Karina Freitas e Rodrigo Lira, além do diretor-geral dos Juizados Especiais, Cláudio Marinho. O grupo foi guiado pelo advogado da construtora OAS, Ítalo de Lima, e conheceram o canteiro de obras e realizaram um tour pela estrutura do estádio, que terá capacidade para 42 mil pessoas durante a Copa do Mundo e 32 mil após o evento.

O coordenador do Judiciário para a Copa e os integrantes do MPE e da Defensoria Pública discutiram temas como o funcionamento do Juizado, o acesso e circulação das equipes de juízes, promotores e defensores pelos diversos espaços do estádio, que tem previsão para ter sua obra concluída até o dia 31 de dezembro de 2013 e que conta com cerca de 1.800 trabalhadores.

O grupo também conheceu as instalações que serão destinadas aos Juizados Especiais, assim como uma delegacia e ainda uma sala de contenção, que comportará uma carceragem. Neste ponto, os presentes discutiram a divisão das três celas da carceragem para homens, mulheres e uma especial para adolescentes.

Na avaliação do juiz Agenor Fernandes, as instalações atenderam as expectativas e proporcionarão um bom funcionamento dos Juizados, sendo próximas também da delegacia e da sala de contenção. Segundo o juiz, toda a estrutura será entregue com mobiliário, pronta para instalação do Juizado do Torcedor.

O promotor José Augusto Peres também se mostrou satisfeito com as instalações destinadas ao funcionamento da Justiça no Arena das Dunas. Ele avaliou que os espaços são condizentes com a finalidade dos Juizados e da delegacia. Sobre o funcionamento da Arenas das Dunas após a Copa, José Augusto Peres afirmou que ainda será feita uma reunião entre o MP e a Polícia Militar, além da administradora do estádio, para definir questões sobre a segurança do torcedor, citando a questão da divisão e ocupação do estádio pelas torcidas dos clubes da capital.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200