Acusados de aplicar golpes no mercado de turismo serão ouvidos amanhã

O juiz da 8ª Vara Criminal de Natal, Ivanaldo Bezerra Ferreira dos Santos, dará continuidade, nesta quarta-feira (23), às 15 horas, a oitiva de testemunhas, bem como interrogatório de Maria Noélia Araújo Pereira da Silva e Walter Pereira da Silva - acusados de praticarem um golpe que consistia na venda de pacotes turísticos falsos a diversas pessoas da sociedade natalense em 2007.

De acordo com o juiz, os depoimentos tiveram início na tarde de ontem (21), quando foram ouvidas três vítimas e algumas testemunhas. Amanhã, serão ouvidas mais uma vítima e outras testemunhas do caso.

Segundo a denúncia do Ministério Público, 65 pessoas foram lesadas pelo golpe tipificado no art. 171, c/c art. 71, ambos do Código Penal Brasileiro, ou seja, crime de estelionato em continuidade delitiva.

Nesse momento processual, os réus encontram-se presos em Natal. Após ouvir todos os envolvidos no caso, o juiz vai abrir prazo para que o Ministério Público peça as diligências que julgar necessárias. Em seguida, abre-se prazo para alegações finais e por fim o magistrado vai julgar o processo e proferir a sentença final.

Memória

Noélia Araújo era proprietária de uma agência de viagens (Atlantur), e nos anos de 2006 e 2007 foi responsável por um golpe superior a R$ 2 milhões com a venda de pacotes turísticos falsos. O processo de acusação foi distribuído em abril do mesmo ano para a 7ª Vara Criminal de Natal. Em fevereiro de 2010 foi recebida a denúncia dos acusados.

Em setembro do mesmo ano foi decretada a prisão preventiva dos acusados. Em fevereiro deste ano, o processo foi redistribuído para a 8ª Vara Criminal de Natal, tendo como magistrado responsável para julgar o caso o juiz Ivanaldo Bezerra, que indeferiu o pedido de revogação de prisão formulado pela Defesa Técnica dos acusados. Pelas mesmas razões, também considerou inviável a substituição da prisão preventiva por qualquer outra medida cautelar. Por fim, foram marcadas audiências de Instrução e Julgamento para os dias 26 e 28 de março de 2012, ambas às 15 horas.

Na noite do último dia 12, Noélia Araújo foi presa no Aeroporto Internacional Augusto Severo, pelos policiais civis da Delegacia Especializada de Capturas (Decap), ao desembarcar de um vôo vindo de Portugal, onde permaneceu foragida durante quatro anos. Atualmente, a empresária encontra-se presa no Presídio Provisório Feminino João Chaves. (Processo nº 0204317-81.2007.8.20.0001)

 

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200