ADJ: grupo de apoio aos Juizados Especiais analisa 1.147 processos em outubro

O programa de Apoio ao Desempenho Jurisdicional (ADJ), da Coordenadoria de Juizados Especiais (Jesp) do Tribunal de Justiça, fez a análise de 1.147 processos, apenas no mês de outubro, oriundos de cinco unidades do Jesp no estado. Os feitos avolumavam as prateleiras do Judiciário, face a demanda reprimida, ocasionada sobretudo pelo déficit de juízes e servidores.

Os contemplados nesta fase do programa foram os 1º e 3º Juizados da Zona Norte de Natal; e os Juizados Especiais de Caicó, Goianinha e Ceará-Mirim. O ADJ conta atualmente com um grupo de servidores e de estagiários da área de Direito que analisam os processos conclusos para sentença e contribuem com a elaboração prévia da decisão. Posteriormente, o magistrado avalia e homologa o procedimento.

A coordenadora dos Jesp, juíza Sulamita Pacheco, destacou a importância do processo para a celeridade processual e a eficácia dos serviços prestados pelo Judiciário. “Vamos continuar promovendo ações com o fito de contribuir para o aprimoramento da prestação Jurisdicional e, por conseguinte, diminuir o tempo médio de tramitação processual das ações nos Juizados Especiais do RN”, destacou.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça 7 de Setembro, S/N, Natal/RN, 59025-300 - (84) 3616-6200