TJRN é o melhor no Índice de Produtividade Comparada entre os TJs do Nordeste

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte figura como o melhor colocado entre os cinco tribunais estaduais do Nordeste considerados de pequeno porte, e como o quinto melhor dentre os 12 tribunais que se enquadram nessa categoria, no que se refere ao Índice de Produtividade Comparada (IPC-Jus), divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no 9º Relatório Justiça em Números, que traça um perfil do Poder Judiciário brasileiro por meio de dados estatísticos.

O TJ potiguar alcançou um percentual de 79% no IPC-Jus, ficando à frente dos tribunais de Alagoas (78%), Sergipe (77%), Paraíba (58%) e Piauí (37%). A performance do RN foi superior ainda ao desempenho médio dos 27 tribunais da Justiça estadual, que foi de 73%.

De acordo com o CNJ, os dados fornecidos pelos tribunais para a elaboração do Justiça em Números permitem a realização de diversas análises sobre produtividade. A elaboração do Índice de Produtividade Comparada da Justiça (IPC-Jus) foi um novidade da edição deste ano do Justiça em Números e representa um aperfeiçoamento do método DEA (do inglês, Data Envelopment Analysis), empregado no Justiça em Números de 2012.

O método estabelece uma relação entre o que foi produzido e os recursos disponíveis para cada tribunal. Os cálculos levam em consideração o volume de processos, a força de trabalho e as despesas com os resultados de produtividade obtidos.

Com o novo índice, é possível detectar quais foram os tribunais que conseguiram resolver mais processos naquele ano e quanto cada tribunal poderia aumentar em sua produtividade para alcançar maior nível de eficiência com aqueles recursos. A comparação é feita levando em conta também o porte de cada tribunal.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça 7 de Setembro, S/N, Natal/RN, 59025-300 - (84) 3616-6200