Mutirão DPVAT alcança índice de 74,73% de conciliações

Após mais de 16 horas ininterruptas de trabalho, chegou ao final, às 23h de ontem (26), o Mutirão DPVAT de Mossoró. Os resultados foram comemorados por todas as partes envolvidas. As vinte mesas de conciliação, instaladas no antigo Fórum Dr. Silveira Martins, analisaram cerca de 450 processos de Mossoró e região. O número de acordos alcançou 74,73%, envolvendo valores da ordem de R$ 1.465.057,27 conforme dados fornecidos pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Região Oeste (Cejusc Oeste).

"Superamos todas as expectativas. Estamos mais que satisfeitos e agradecidos ao empenho de todos. As partes vieram para este dia com desejo de conciliar. Os números dizem do sucesso de mais essa iniciativa do Tribunal de Justiça", afirmou o coordenador do Cejusc Oeste, juiz José Herval Sampaio Júnior.

Satisfação

A população é a maior beneficiada pela iniciativa do TJRN. Assim considera o advogado José Ronildo de Souza, que fechou acordo em todos os processos que patrocinou durante o Mutirão deste ano. "Fizemos mais de dez conciliações", informou. "O que percebemos aqui é o Estado cumprindo seu dever perante o cidadão. Ações como essas aceleram a tramitação do processo. O resultado é que o autor sai bastante satisfeito", comentou o bacharel.

Satisfação que ficou evidente no sorriso da aposentada Cordélia Souza, 75 anos, que viu um processo na qual é autora sendo conciliado. "Foi ótimo. Tudo aqui é de primeira", disse a cadeirante. "O pessoal aqui sabe conversar. Estou muito feliz com o acordo. E mais feliz ainda por estar perto desse pessoal", disse dona Cordélia, referindo-se às conciliadoras e aos advogados que participaram de sua audiência.

Além de Mossoró, outras cidades aderiram ao Mutirão DPVAT. Apodi enviou 60 processos para o evento. A aposentada Antonia Pereira, 72, reside naquela cidade. Ela disse que valeu a pena percorrer a distância de 70 km até Mossoró. “Fiquei muito satisfeita”, resumiu. O advogado de Antonia Pereira , bacharel Mário Wilis Moreira Marinho, também não escondeu a satisfação. “É uma iniciativa muito louvável. Ajuda a desafogar o Judiciário” comentou.

Segundo grau

Um dos destaques do Mutirão DPVAT em Mossoró foi o agendamento de processos que estão em grau de recurso, no âmbito do Tribunal de Justiça. Audiências foram realizadas pelo desembargador aposentado Cristóvam Praxedes e pela juíza aposentada Lindalva Medeiros, que compõem o Centro de Conciliação do 2º grau.

A advogada Maria de Lourdes Xavier de Medeiros elogiou a inclusão dessas ações Cejusc Oeste no Mutirão. “Tinha quatro processos tramitando no Tribunal de Justiça. Hoje conseguimos fechar acordo em dois. Acredito que seja um bom resultado”, avaliou.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200