Pleno do TJ : Alunos de Direito da Universidade Federal simulam julgamento no STF

Acadêmicos do curso de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a partir do terceiro período, participam durante todo o dia de hoje (27), da Simulação de Tribunais Constitucionais (STC), projeto desenvolvido há 4 anos e instrumento de desmistificação da atividade jurídica, facilitando a adaptação e aprendizagem dos alunos à realidade jurídica. O professor Paulo Renato Bezerra, coordenador do programa, lembra que esta fase trata do julgamento final de processo a respeito de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF), envolvendo o debate sobre leis fictícias de combate à corrupção.

“Durante meses, os alunos realizam inúmeras pesquisas, assistem a palestras com juristas de centros como São Paulo e Rio de Janeiro, para possamos chegar a este momento, muito próximo do que acontece no mundo real do direito e dos tribunais”, aponta Paulo Renato. Nesta simulação em curso no Plenário do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), estudantes ocupam os lugares de 11 ministro da suprema corte, um advogado geral da União, e do procurador geral da República, além de 50 jovens que ocupam a plateia presente à simulação. Os trabalhos começaram às 8h até às 18h desta sexta-feira.

A experiência existe há nove anos, e há quatro se repete no TJ potiguar. “O salto na aprendizagem é impressionante, experiência única, mostrando como se deve fazer uma sustentação oral nas cortes de Justiça, e sobretudo, a defesa das ideias”, pontua o professor da UFRN.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200