Câmara de Enfrentamento da Violência contra a Mulher tem reunião amanhã (24)

Publicado em Terça, 24 Setembro 2013 15:46

A Câmara Técnica de Gestão Estadual do Pacto Nacional de Enfrentamento da Violência contra a Mulher terá nova reunião nesta quarta-feira (25), às 14h, no Fórum Distrital da Zona Sul. Entre os vários temas do encontro, devem ser abordadas questões como a da Casa da Mulher, centro de atendimento a parcela feminina da população nas áreas da assistência social, jurídica, defensoria e orientação. A iniciativa integra programa do Governo Federal a ser espalhado nas capitais brasileiras, em um investimento total de R$ 265 milhões, montante que deve ser empregado na reestruturação do atendimento à mulher.

A representante da Justiça Estadual na Câmara é a juíza Fátima Soares. A atuação do grupo prevê a cooperação entre a União, por meio da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República e o Estado do Rio Grande do Norte.

Uma das áreas de atuação da Câmara é a da Proteção dos Direitos Sexuais e Reprodutivos e Implementação do Plano Integrado de Enfrentamento da Feminização da Aids. No RN, além de Natal, devem participar dessas ações, municípios como Assú, Ceará-Mirim, Currais Novos, Ipanguaçu, Janduís, Parelhas, Parnamirim, Pau dos Ferros, São Paulo Potengi, São Tomé, Antônio Martins, Mossoró, São Gonçalo do Amarante e Caicó.

Na reunião desta quarta, pode ser discutida a questão da utilização de ônibus que possibilite apoio à ações de juízes e outros profissionais para atendimento a mulheres vítimas da violência no interior do Rio Grande do Norte. O transporte ficaria sob a responsabilidade do governo estadual e serviria como mais um fator de agilidade na assistência a milhares de esposas, mães e grávidas sujeitas à realidade da violência no lar.

A Câmara é formada pela coordenadora estadual de Políticas para as Mulheres, Carmosita Nóbrega, que coordena o grupo; a promotora Érica Canuto; secretária adjunta da Secretaria de Política para as Mulheres de Natal, Vera Raposo; presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Lucineide Freire e a servidora do Juizado da Violência Doméstica, Patrícia Valéria Araújo.