Caso Andrei Thies: julgamento confirmado

A 1ª Vara Criminal de Parnamirim confirmou a realização do julgamento do sargento da Aeronáutica Andrei Bratkowski Thies, para a próxima terça-feira, 20, às 9h, no fórum de Parnamirim. Ele é acusado de matar a então esposa, a dona de casa gaúcha Andréia Rosângela Rodrigues, e de ocultar o cadáver no quintal da casa dos pais dele, que moravam no conjunto Cidade Verde, em Parnamirim, em agosto de 2007.

Os pais de Andrei - Amilton e Mariana Thies – também serão julgado na próxima terça e a previsão inicial é a de que o julgamento se prolongue por, pelo menos, três dias. O juri será presidido pela juíza Cínthia Cibele Diniz de Medeiros.

Andréia foi morta em 22 de agosto de 2007, na casa onde morava com o sargento da Aeronáutica Andrei Thies e as duas filhas no conjunto Cidade Verde, Parnamirim.

As informações iniciais do caso foram as de que a família Thies se mostrava preocupada com um suposto desaparecimento. Contudo, o delegado ligado ao caso à época do fato, Raimundo Rolim, desconfiou por causa das diferentes versões apresentadas pela própria família.

Pouco mais de dois meses após o crime, em 29 de outubro, o corpo foi encontrado dentro de um saco de dormir, no quintal da casa onde moravam Amilton e Mariana Thies e a decisão pelo Juri Popular chegou a ser contestada pela defesa, mas foi mantida pela justiça.

 

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200