Apac Macau: 70 pessoas participam do curso de voluntários

A Apac Macau deu início no último sábado (10) ao curso de formação de voluntários no método Apac. As aulas aconteceram no salão paroquial da Igreja São Sebastião e contou com a participação de 70 pessoas, voluntários da comunidade de Macau e região.

O objetivo do curso é qualificar para o desenvolvimento das atividades no Centro de Reintegração Social(CRS). No sábado as palestras foram ministradas pelo presidente da Apac Macau, Pastor Francisco Joaquim, que lembrou sobre a importância do voluntário e da presença da Comunidade; na sequência o membro do Conselho Estadual de Direitos Humanos e Cidadania, Cleber Pinheiro, discorreu sobre a história das Apacs no Brasil. Para finalizar o ciclo de palestras, a Procuradora de Justiça, Valdira Câmara, falou sobre a função da pena e método Apac.

A Apac é uma associação civil sem fins econômico e para desenvolvimento das atividades conta diariamente com a participação de voluntários da comunidade. Hoje, a Apac Macau conta com a participação de 30 voluntários, entre representantes de entidades religiosas, professores, pedagogos , profissionais liberais, aposentados.

NOVOS RUMOS
O Tribunal de Justiça criou em 2009 o Programa Novos Rumos na Execução Penal, e dentre os objetivos do Programa está o incentivo e fomento à criação de associações civis que visem à proteção e recuperação de apenados e egressos do sistema penitenciário, tais como a Apac Macau.

O objetivo do trabalho de socialização de apenados é diminuir os altos índices de reincidência criminal, vez que segundo dados do Conselho Nacional de Justiça, de cada dez presos que saem da prisão, sete retornam.


 

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200