Expresso Judiciário: experiência em outras comarcas vai beneficiar Nísia Floresta

Município integrante da área Metropolitana de Natal, Nísia Floresta recebeu nesta segunda-feira (9), a edição do programa Expresso Judiciário, no qual uma equipe coordenada pelo juiz Henrique Baltazar, diretor do Fórum Felix Bezerra, e outros quatro magistrados devem analisar quase 1.900 processos nas áreas cível, criminal, família até 8 de novembro. Boa parte desses processos têm em média quatro anos de tramitação. “Observamos as conquistas já alcançadas em outras comarcas, concluímos que essa modificação de paradigmas é mais profunda do que parece à primeira vista”, pontua o presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), desembargador Aderson Silvino, ao saudar a população presente ao auditório Juiz Djanirito de Souza Moura.

O juiz auxiliar da Presidência do TJ potiguar, Fábio Filgueira, acrescenta que a equipe de juízes do programa em Parelhas conseguiu analisar mais de 90% do acervo processual daquela comarca situada na região do Seridó. Segundo Filgueira, coordenador geral do Expresso, a presença de magistrados experientes tem acelerado o trâmite dos feitos. Em Nísia, além de Baltazar, irão atuar durante os próximos dois meses os juízes Cinthia Cibele Medeiros, Daniela Paraíso, Maria Nadja e Marcus Vinicius Pereira Júnior.

Marcus Vinícius, titular da Vara Cível de Currais Novos, vai atuar na área cível, na qual terá de apreciar 1.000 processos. Ele já emitiu despachos em 800 deles. A maioria trata da matéria usucapião, alguns já tramitam há oito anos. Muito trabalho vem por aí já que terão de ser realizadas audiências para cada um deles. Conta a favor do magistrado, o fato de conhecer a realidade local, pois já atuou na comarca de Nísia Floresta.

Prefeita da cidade, Camila Maciel Ferreira, entende que a contribuição mais relevante do programa do TJRN é julgar o maior número de processo no menor prazo possível.

Só quem atua na comarca de Nísia há 15 anos sabe a importância dessa iniciativa da gestão atual do Tribunal”, opinou Lécio Luiz Bezerra Lopes, advogado militante naquele município litorâneo.

Um dos pontos do lançamento do mutirão em Nísia Floresta foi a participação da orquestra sanfônica do Museu do Vaqueiro, formada por crianças e adolescentes sob a regência do músico Wiclife Gomes.

As próximas “estações” dos Expressos Judiciários já têm datas marcadas : Ipanguaçu em 7 de outubro, Pendências em 21 de outubro e Macau no dia 4 de novembro.

 

'

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200