TJ emitiu quase 45 mil certidões Criminais, de Falência e de Execuções pela internet

Este ano, o Tribunal de Justiça do Rio Grande (TJRN) priorizou a expedição de vários tipos de certidões necessárias no dia a dia do cidadão. O objetivo da Administração do Poder Judiciário potiguar é o de facilitar a vida das pessoas que precisam de um documento que levava dias para ser entregue e agora pode ser obtido em questão de segundos. De fevereiro para cá, o Tribunal por meio de seu sítio na internet (www.tjrn.jus.br) emitiu 44.992 certidões de Antecedentes Criminais, de Falência e/ou Recuperação Judicial e a de Ações e Execuções Cíveis e Fiscais. Os dados estão atualizados até às 16h dessa quarta-feira (24).

O diretor de Departamento de Projetos e Sistemas, da Secretaria de Tecnologia da Informação do TJ, Kleber Tavares Fernandes, explica com um exemplo bem simples o ganho que essas novas certidões trazem para a população e para o Tribunal: “Servidores que tinham de preparar esses documentos, agora podem prestar outros tipos de serviço a quem procura o Judiciário”, observa. Isso sem falar na economia de papel para a instituição, de tempo para o usuário, que também tinha de gastar com o deslocamento, pelo menos duas vezes ao Fórum Miguel Seabra Fagundes, em Natal, para obter as certidões - uma para solicitar e outra para buscá-las.

Em relação à certidão de Antecedentes criminais têm sido expedidas pela internet, uma média de 5.877 documentos por mês. Em relação as que tratam de Falência e Recuperação Judicial, o pico ocorreu em junho, com a emissão de 1.940 certidões. As que versam sobre Ações e Execuções Cíveis e Fiscais começam em abril com a tímida marca de 57 e em junho, chegaram a 1.420. Os números parciais de julho, já somam 1.686 certidões nesta modalidade.

Kleber lembra que essas certidões são gratuitas. A equipe de técnicos que elabora essas ferramentas constroem esses sistemas em um período de 30 dias, geralmente. O Departamento de Sistemas pesquisa outras áreas que poderão gerar outros documentos de interesse do cidadão. Além disso, recentemente o TJRN lançou a certidão de Interdição, Curatela e Tutela e até o final de agosto, devem ser anunciados os primeiros números quanto aos atendimentos.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça 7 de Setembro, S/N, Natal/RN, 59025-300 - (84) 3616-6200