Noade inicia 10ª Turma de Sensibilização Contra as Drogas na terça (30)

Com seis encontros semanais a partir desta terça-feira (30), o Núcleo de Orientação e Acompanhamento aos Usuários e Dependentes Químicos de Natal (Noade) inicia a 10ª Turma de Sensibilização Contra o Uso de Drogas para a Zona Norte de Natal. A equipe do Noade irá trabalhar com um grupo de 17 pessoas que usa substâncias químicas de forma ocasional e ainda podem evitar a dependência de drogas como o álcool e crack, as mais consumidas. Os encontros irão se prolongar até 3 de setembro, no Fórum Varela Barca, sempre às terças, das 9h às 11h.
Autoestima, vínculos, cidadania são alguns dos temas abordados junto à turma, em um dinâmica onde o assunto drogas está embutido. Os participantes terão o desafio de no penúltimo encontro, em 27 de agosto, estabelecer um projeto de vida, a ser apresentado no último dia deste certame. “Muita gente chega sem norte e depois de construir este projeto, pode ser encaminhada para uma série de cursos profissionalizantes, oferecidos pelo Noade”, salienta Lucineide Nascimento, coordenadora do Núcleo. Com esta estratégica aplicada aos usuários de drogas, os resultados atingem 90% de sucesso na retirada dessas pessoas do consumo de entorpecentes.

O trabalho, explica a coordenadora, não é terapêutico mas de conscientização. As pessoas precisam compreender possíveis perdas, danos, prejuízos caso continuem na frágil fronteira do vício dessas substâncias. A ação do Noade permeia populações de baixa e média renda. “Estamos preocupados com o aumento na incidência de mulheres atendidas a cada dia nas turmas e outros tipos de atendimentos que realizamos”, adianta Lucineide.

Clientela

Os grupos que integram essas turmas, outras 14 já foram realizadas nos últimos dois anos, em toda Natal, são integrados por pessoas que foram detidas em flagrante pelo porte e uso de pequenas quantidades de entorpecentes. Gente que é conduzida para delegacia e sobre as quais são preenchidos Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCOs). Elas têm a oportunidade de participar de audiências coletivas, realizadas pelos Juizado Especial Criminal, neste caso da Zona Norte, de uma forma humanizada.

“A última ocorreu em 19 de junho, e foi mais uma oportunidade para sensibilizá-las para a importância de tratamento para dar-lhes novos caminhos na vida”, observa a coordenadora. Quem tem perfil de uso moderado pode ser assistido pelo Ambulatório de Prevenção e Tratamento do Tabagismo (Aptad), no bairro de Pirangi, e os que estão em um grau de dependência, pelos Centros de Apoio Psicossocial (Caps).

O Noade foi criado em 1999, por meio da iniciativa do então Juiz de Direito da 4ª Vara Criminal, hoje desembargador Saraiva Sobrinho, sendo a ideia acatada pelo Tribunal de Justiça do RN. O Núcleo foi oficializado através da Lei Complementar nº 371/2008.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200