Juiz do trânsito alerta para cumprimento de Resolução

O juiz titular do Juizado Especial do Trânsito, em Natal, reforçou, durante entrevista ao TJTV Notícias, a importância de se observar a resolução 398 do Departamento Nacional de Trânsito – Denatran, cujo objetivo é definir os procedimentos a serem adotados na transferência entre comprador e vendedor e, desta forma, manter organizado o registro nacional de veículos automotores, renavam.

Para o magistrado, Dr. Múcio Nobre, se a comunicação da venda aos Detrans fosse observada não seria apenas o antigo proprietário que evitaria 'dores de cabeça', por meio de problemas como multa ou infrações variadas cometidas pelo comprador do veículo.

"Ele evitaria tudo isso e problemas como ser responsabilizado por um acidente”, alerta e completa: “mas, o judiciário teriam menos processos por causa desta falta de comunicação”, afirma Dr. Múcio Nobre.

 

A Resolução foi publicada porque o Denatran reconheceu que a comunicação de venda de veículos não estava sendo realizada da forma como já determina o artigo 134 do código de trânsito brasileiro.

Já no artigo 1º da resolução está ressaltado que a comunicação de venda, obrigatória para o antigo proprietário, poderá ser feita de forma documental, nos detrans, ou processada por meio eletrônico, através do sistema eletrônico de comunicação de venda. O sistema foi implantado na base nacional do sistema Renavam.


 

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200