Servidores e magistrados são capacitados em Gestão de Projetos

Servidores e magistrados do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte estão participando do curso "Fundamentos de Gestão de Projetos”, promovido pelo Tribunal de Justiça, através do Projeto Desenvolver, no período de 15 à 19 de julho, das 14h às 18h20, na Escola da Magistratura do RN (Esmarn).

Ministrado pelo servidor do Tribunal de Justiça, Francisco Sales de Lima Silva, que também é professor do IFRN e mestre na área de Informática pela UFRN, o curso é destinado à profissionais de qualquer área que estejam interessados em realizar mudanças organizacionais utilizando o gerenciamento de projetos para impulsionar a estratégia da organização.

O curso tem como objetivos: fornecer uma visão geral das áreas de conhecimento, processos, ferramentas e técnicas do gerenciamento de projetos; entender o contexto do gerenciamento de projetos dentro das organizações; dominar ferramentas e técnicas para planejar e controlar projetos em sua organização; identificar potenciais projetos em sua organização; preencher Proposta de Projetos (PP) e; elaborar Estrutura Analítica de Projeto (EAP) para os projetos identificados.

O secretário geral do TJRN, Wlademir Capistrano, que fez a abertura do curso, disse que a iniciativa reflete a preocupação do atual gestão do Tribunal de Justiça com a permanente capacitação dos servidores da casa, especialmente em uma época em que o Conselho Nacional de Justiça, bem como a sociedade cobram uma melhor prestação jurisdicional.

“A elaboração e gestão de projetos, exigidos pelo CNJ, requer servidores cada vez mais qualificados e a Presidência do Tribunal está sensível a essa demanda e está investindo em sua capacitação”, comentou Capistrano. Para ele, o curso é importante para que o servidor desenvolva a cultura de transformar ideias em projetos e estes em realidade.

Em seguida, Heitor Costa de Oliveira, secretário de Planejamento e Gestão Estratégica, fez a apresentação do curso para os alunos, falando do trabalho iniciado ainda em 2009, quando foi elaborado um plano de gestão de competências e gestão de projetos. A ideia era convergir todos os projetos existentes, fazendo uma conexão ao orçamento disponível para, assim, começar a executá-los.

Heitor explicou também sobre os dois mapas estratégicos a serem trabalhados pelo Planejamento Estratégico do TJRN, um em nível estadual e o outro nacional. O secretário disse que o Planejamento Estratégico está à disposição dos servidores para prestar auxílio e o suporte necessário para esclarecimentos de qualquer dúvida que surgir.

Conteúdo

No conteúdo programático, os alunos vão estudar: Introdução ao gerenciamento de projetos - conceitos básicos, papéis e partes interessadas (stakeholders), estruturas organizacionais e Escritório de Projetos; Processos de iniciação - seleção de projetos e vinculação com a estratégia institucional; Planejamento do Projeto – definição do escopo, elaboração da EAP, desenvolvimento do cronograma, planejamento do orçamento, comunicação, riscos e aquisições; Execução do Projeto – gestão de conflitos, desenvolvimento da equipe e seleção de fornecedores e; Monitoramento e controle – análise do valor agregado, controle de mudanças e encerramento do projeto.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça 7 de Setembro, S/N, Natal/RN, 59025-300 - (84) 3616-6200