TJRN é convidado a participar de comitê gestor do PJe nacional

A equipe que trabalha na implantação do Processo Judicial Eletrônico no âmbito do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) foi convidada a fazer parte do Comitê Gestor Técnico nacional do processo. O convite ocorreu durante o 4º Encontro do Processo Judicial Eletrônico (PJe) no âmbito da Justiça Estatual, que contou com a participação do diretor do Departamento de Projetos e Sistemas, Kleber Fernandes, da Secretaria de Tecnologia da Informática (Setic) do TJRN.

O evento ocorreu no último dia 6, em Porto Alegre (RS), e contou com a presença dos representantes dos Tribunais Estaduais, Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e convidados da Justiça Eleitoral e do Trabalho. O objetivo do encontro foi apresentar os trabalhos realizados pelo Comitê Gestor Técnico do PJe Nacional.

“Nossa expectativa é que o PJe evolua e que dentro de mais alguns anos torne-se a única ferramenta de processo judicial eletrônico brasileiro”, aponta o diretor do Departamento de Projetos e Sistemas. Atualmente o PJe conta com 51 varas implantadas, mais de 5 mil usuários e cerca de 110 mil processos distribuídos nos Tribunais que já utilizam a ferramenta.

Sobre o convite, Kleber Fernandes declarou: “Para nós é motivo de muita satisfação fazer parte do Comitê e poder contribuir para a evolução do PJe”, avalia. Esse comitê é formado por profissionais dos Tribunais de Justiça dos Estados com o objetivo de gerenciar as ações de desenvolvimento do PJe.

Padronização

A maior discussão girou em torno das ações de padronização dos fluxos processuais e parametrização da ferramenta. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) juntamente com o Comitê iniciou um trabalho de elaboração dos fluxos processuais, sua documentação e distribuição para os Tribunais de Justiça que já possuem o PJe.

O CNJ informou também que está previsto para o mês de julho o lançamento da nova versão do PJe ainda mais estável e com melhor desempenho. Além disso, foram discutidos assuntos referentes a análise de novos requisitos, teste da ferramenta e o gerenciamento da implantação do PJe nos Tribunais.

 

Fórum discute informatização do Judiciário

Ainda em Porto Alegre, o diretor do Departamento de Projetos e Sistemas da Setic participou, no dia 7, do Fórum de TIC no Judiciário: Soluções e Desafios, em Porto Alegre. O evento discutiu a informatização do Judiciário por meio da implantação do sistema chamado Processo Judicial Eletrônico (PJe) em todas as Cortes brasileiras.

Também foram debatidos projetos de políticas do Poder Judiciário quanto à prestação mais prática e rápida do serviço, por meio da tecnologia, propiciando a diminuição da burocracia com a minimização do uso do papel na tramitação de processos.

Na ocasião, Fernandes teve a oportunidade de discutir junto ao outros Tribunais e principais fornecedores nacionais soluções aplicáveis no TJRN. “Pude discutir sobre a expansão do Processo Judicial Eletrônico e obter informações sobre projetos relacionados ao monitoramento predial, processo administrativo eletrônico, digitalização de documentos, entre outras soluções. É muito importante o contato com outros Tribunais e a interação com fornecedores nacionais”, afirmou.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200