Justiça na Praça: 1ª edição do ano começa a ser traçada

Os bastidores da próxima edição do Programa 'Justiça na Praça', que leva os serviços do Poder Judiciário e parceiros, em caráter gratuito, começou a ser tratada, nesta segunda-feira (6). Os coordenadores da ação se reuniram com o prefeito de Parnamirim, Maurício Marques, e o secretariado com o objetivo de traçar as primeiras estratégias para o atendimento à população do município.

Trata-se da 32ª Edição do Programa, a primeira de 2013, que acontecerá no dia 23 de agosto e pretende, segundo a coordenadora geral do Núcleo de Projetos Socioambientais do TJRN, desembargadora Zeneide Bezerra, realizar uma média de 400 audiências, previamente agendadas.

Para tanto, os organizadores apresentaram o funcionamento do programa para os novos secretários municipais e definiram a rua Castor Vieira Regis para concentrar a maior parte dos serviços. Eles serão divididos nos prédios da Câmara Municipal, a qual contará com 18 salas, devidamente estruturadas, para realização das audiências, além do salão paroquial e do Planetário, que receberá os estudantes e também servirá de base para os serviços de expedição de carteiras profissionais.

A nova sede da prefeitura, atualmente em construção, é que concentrará os serviços oferecidos pelo Itep, na expedição de carteiras de identidade, por exemplo, sendo em todas as edições um dos mais procurados durante o evento.

“O Conselho Nacional de Justiça [CNJ] tem feito repetidos contatos com a equipe dos programas que desenvolvemos, interessados em realizar entrevistas e saber mais sobre o funcionamento dos projetos”, destaca a desembargadora.

Além do Itep, o programa também terá a participação de mais de 40 parceiros, entre eles, OAB, Ministério Público, Forças Armadas, Defensoria Pública, TRT, PROERD (Programa contra as drogas desenvolvido pela PM), SISJERN, Caixa Econômica Federal, IFRN, SESC, Noade, Hemonorte, Caern, entre outros.

O programa também permanecerá com os tradicionais serviços de atendimento jurídico, plantão judiciário e o casamento comunitário, que deve ser previamente agendado com o 2º Ofício de Parnamirim, cujas inscrições estarão abertas, para os casais interessados, a partir do próximo dia 10 e prossegue até o dia 30 de julho.

É a terceira vez que o município de Parnamirim, com 216 mil habitantes, serve de sede para o programa. A expectativa da organização é que, no mínimo, 100 mil pessoas sejam beneficiadas.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200