Internação de adolescentes é discutida em audiência pública

Uma entrevista concedida pelo juiz titular da 3ª Vara da Infância e da Juventude de Natal, Homero Lechner, será veiculada, nesta quinta-feira (25), em uma sessão pública realizada na Câmara Municipal de Natal, que pretende debater o tema das medidas socioeducativas em meio aberto, que estão sendo aplicadas para os adolescentes autores de atos infracionais.

A preocupação dos parlamentares e considerada justa pelo magistrado, é que os adolescentes, que estão sendo submetidos às medidas socioeducativas em meio aberto, deveriam estar submetidos a medidas socioeducativas de restrição de liberdade, pela natureza dos atos infracionais.

“As medidas seriam as de privação de liberdade. Mas, o Estado não tem dado estrutura física para suprir essa necessidade, além da interdição judicial dos centros educacionais por falta de estrutura também”, lamenta o juiz, ao definir a atual situação como de 'calamidade'.

Segundo o juiz, os atos infracionais são considerados gravíssimos e vão desde os atos equivalentes ao estupro, passando pelo latrocínio e o assassinato. “Não temos outra alternativa a não ser aplicar o que está sendo possível”, adverte Homero Lechner.

O magistrado ainda observa que a questão tem sido crônica no Rio Grande do Norte e não se resolve em um curto prazo, mas a longo prazo. Segundo o titular da 3ª Vara da Infância, o Estatuto da Criança e do Adolescentes não vem sendo cumprido pelo Estado e até a liberação do Ceduc também não resolve, pois a demanda já supera o número de vagas.

“O Ceduc já vai completar seis meses de interdição por falta de condições sanitárias e de segurança, dentre outros pontos, mas a liberação dele hoje não resolveria a questão. É preciso que o Governo do Estado construa um novo centro”, aponta o juiz, ao destacar que só vê uma solução para o problema em 2014. “O provisório de adolescentes abriga 12, quando a necessidade é de 60 vagas, por exemplo”, conclui o juiz.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200