Amarn ganha direito a manifestação durante sessões do Pleno

Publicado em Quinta, 18 Abril 2013 14:48

A Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte (Amarn) terá direto ao uso da palavra nas sessões do Pleno do Poder Judiciário, nas ocasiões em que, durante as reuniões administrativas, as deliberações envolvam interesses de todos os associados. O tempo previsto é de 15 minutos, de acordo com emenda regimental de n.º 14/2013 – TJ, publicada no Diário da Justiça desta quarta-feira (17).

O vice-presidente da Amarn, juiz Marcelo Pinto Varella, lembrou que esse era um pleito antigo da entidade, levado à diante pelas três últimas gestões da Associação, como forma de reconhecimento da representatividade em favor dos magistrados do Rio Grande do Norte.

“Consideramos um momento histórico a modificação do Regimento Interno por decisão da Corte, para incluir essa conquista em favor de todos nós, permitindo que a Associação se manifeste em todas as sessões ou na ordem administrativa onde haja interesse exclusivo dos associados”, enfatizou Pinto Varella.