TJRN investe na construção e manutenção de Fóruns

Publicado em Sexta, 12 Abril 2013 10:54

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte está desenvolvendo uma série de obras de infraestrutura, que vão oferecer maior conforto e comodidade aos servidores do Poder Judiciário e aos usuários dos serviços da Justiça estadual. Entre as obras estão a construção do novo Fórum da Comarca de Parnamirim, a conclusão do Fórum de Areia Branca e serviços de manutenção em diversas unidades do Poder Judiciário. O Departamento de Engenharia e Arquitetura do TJRN prestou contas da situação de todos os projetos ao desembargador Aderson Silvino, presidente do TJRN, e aos juízes auxiliares, em reunião nesta quinta-feira (11).

Até o final da atual gestão serão entregues, pelo menos, três novos fóruns. Além disso serão iniciadas as obras de duas outras unidades, a de Parnamirim e a de Nova Cruz. O Fórum da Comarca de Poço Branco, que está com a previsão de término para o final deste ano, vai abrigar duas Varas e terá uma área construída de 501,58m². A obra tem um valor estimado de R$1.000.989,13.

Está previsto também para 2013 a finalização da construção do Fórum de São Paulo do Potengi. A unidade vai abrigar duas Varas e o valor estimado da obra é de R$ 944.866,20. Outra obra que está adiantada, segundo a diretora do Departamento de Arquitetura do TJRN, Kalina Holanda Maia, é o Fórum de Areia Branca. A unidade tem uma área construída de 790,03m² e abrigará três varas. O valor estimado da obra é de R$1.222.527,49. Além disso, o Departamento está trabalhando para concluir a instalação do Fórum da Comarca de Mossoró.

NOVOS PROJETOS
O Tribunal de Justiça também está investindo na construção de dois novos Fóruns, uma na Comarca de Nova Cruz e o outro em Parnamirim. Os projetos ainda estão na fase inicial, sob análise da Secretaria Geral do TJRN. O novo Fórum de Nova Cruz terá sete Varas e um tribunal do Júri para 164 pessoas, em uma área construída de 2.214,65m². O valor estimado da obra é de R$ 5.727.753,37.

Em Parnamirim, o Fórum terá 18 Varas e um tribunal do Júri para 164 pessoas. A área construída será de 5.621,62m². A obra está estimada em R$ 13.675.841,24. Após a exposição, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Aderson Silvino, pediu a colaboração e o empenho de do Departamento de Engenharia e de todos os setores envolvidos com esses projetos para dar a maior celeridade possível as obras do Poder Judiciário.

MANUTENÇÃO
Outra prioridade do Departamento de Arquitetura do TJRN é o trabalho de manutenção dos imóveis já existentes. Na Comarca de Mossoró, por exemplo, Varas de Família, Fazenda Pública, Infância e Juventude já passaram por manutenção e nos Juizados Especiais, esse trabalho está em andamento.

O Fórum Miguel Seabra Fagundes, em Natal, também vem passando por esse processo de manutenção que contempla serviço de pintura, limpeza de fachadas, revisão nas instalações hidráulicas e elétricas; revisão nas esquadrias. Além disso está estão sendo feitas reforma no estacionamento do Fórum e construção do Drive-thru e Central de Atendimentos.