Copegam finaliza entrega de canecas ecológicas

A Comissão Permanente de Gestão Ambiental (Copegam) finalizou, na tarde desta segunda-feira (25), na Escola da Magistratura do Rio Grande do Norte (Esmarn), a entrega das canecas ecológicas que estão substituindo os copos descartáveis usados em todo o Poder Judiciário estadual. Uma palestra proferida pela juíza Fátima Soares, presidente da Comissão, sobre coleta seletiva como objetivo de sensibilizar os servidores da Esmarn antecedeu a entrega das canecas.

Na palestra, que também é uma forma de comemorar o Dia Mundial da Água (celebrado no úiltimo dia 22), foram repassadas noções básicas sobre coleta seletiva e sua importância. Falou-se também sobre os cinco Rs (Reduzir, Reutilizar, Reciclar, Reciclar, Reeducar e Replanejar). Segundo a palestrante, a responsabilidade é geral, não só dos dirigentes do Tribunal de Justiça, portanto depende da colaboração de todos.

Durante a palestra, foram exibidos dois vídeos sobre a experiência da coleta seletiva implantada na Universidade de Brasília (UnB), mostrando os benefícios sociais e ambientais trazidas pelas práticas sustentáveis. “Espero que daqui saiam boas ideias para que possamos fazer a nossa agenda ambiental e que possamos servir de modelo para outras escolas da magistratura”, externou a palestrante.

A juíza Ticiane Nobre, que auxilia na administração da Esmarn, considerou as ações da Copegam como um marco de uma nova perspectiva para a Escola. “Todos devemos abarcar essa ideia. Temos uma boa equipe para implementarmos a coleta seletiva. Vamos viabilizar essa prática”, conclamou a magistrada, que agradeceu ao final a oportunidade de participar do evento.

Ao falar sobre a importância da coleta seletiva, a desembargadora Zeneide Bezerra disse que ações mínimas podem se tornar grandes feitos. E para ela, as ações têm que começar pela Esmarn. Ela fez um apelo para que cada um faça sua parte com novas atitudes para fazer um mundo mais sustentável. “A mudança começa a partir de hoje, por cada um de nós”, disse a desembargadora.

Para a servidora terceirizada Joana Darc Varela, é preciso por em prática as ações mostradas na palestra de hoje. Ela considera o tema tratado de suma importância para passarmos um mundo melhor para as gerações futuras. Para demonstrar sua atenção para o assunto, ela disse que no ano passado abordou a questão da coleta seletiva com seu filho, em um trabalho escolar dele. “É preciso que todos tenham consciência de colocar em prática ações sustentáveis para o bem do meio ambiente”, comentou.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200