Novos Rumos realiza terceiro curso para apenados

O Tribunal de Justiça, através do Programa Novos Rumos na Execução Penal, deu início, na tarde desta terça-feira (19), na Clínica de Psicologia da Universidade Potiguar, ao curso “Como Empreender a Própria Carreira”, destinado aos apenados em progressão de regime que buscam uma nova oportunidade no mercado de trabalho ou empreender um negócio próprio.

Essa já é a terceira turma beneficiada com o curso, que é fruto de uma parceria do TJRN com o Curso de Psicologia da UnP. Os 24 recuperandos dos regimes aberto e semiaberto, bem como de beneficiados pelo Livramento Condicional que compõem essa nova turma, participarão de um total de seis encontros, sendo um por semana, com duração total de 12 horas.

Eles recebem um cartão de transporte para se deslocarem até o local das aulas e ao final receberão um certificado que será anexado aos autos do processo de cada recuperando, fato que contará como ponto positivo para o apenado. Ministrado pelas professoras Ana Augusta Moreira, Alda Karoline Lima da Silva e por duas alunas do curso de Psicologia daquela Universidade, o curso tem por objetivo preparar os recuperandos para o ingresso no mercado de trabalho.

O coordenador do Novos Rumos, juiz Gustavo Marinho, deu as boas vindas aos alunos e contou como se iniciou o Programa. Também destacou a importância da parceria com a UnP e frisou que o intuito maior de iniciativas como esta é a melhoria no sistema penitenciário. Ele deu conselho para que os recuperandos aproveitem ao máximo a oportunidade oferecida. “Prestem atenção às dicas que vocês terão aqui, pois serão muito úteis para a vida de vocês, até no relacionamento pessoal de vocês”, aconselhou.

As professoras do curso disseram que cada turma é única, pois os alunos vão demonstrando suas necessidades, como, por exemplo, qual a melhor forma de elaborar um currículo ou como se portar em uma entrevista de emprego. Assim, o módulo é adaptado para cada turma. Elas aconselharam os alunos a terem responsabilidade e compromisso com o curso, não faltando aos encontros. Disseram ainda que a UnP está de portas abertas, inclusive oferecendo os serviços da Clínica de Psicologia.

O recuperando Josenildo Gerônimo, de 26 anos, demonstrava estar bastante interessado no curso. Ele disse que já perdeu um emprego porque não soube se portar no ambiente de trabalho. Com o curso, ele espera aprender como se portar no trabalho e ter um melhor relacionamento com as pessoas, assim como crescer profissionalmente.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200