Judiciário se reúne com prefeitos interessados no Justiça na Praça

Com slides expondo fotos das ações em vários municípios, os coordenadores do “Justiça na Praça” apresentaram, na manhã desta quinta-feira (14) para representantes de seis prefeituras do Estado, os serviços que foram desenvolvidos nas edições anteriores do projeto.

O formato, apresentado por meio de fotos e dados, pela coordenadora geral do Núcleo de Projetos Socioambientais do TJRN, desembargadora Maria Zeneide Bezerra, agradou os secretários municipais e prefeitos de representantes de Parazinho, Serra Caiada, Pau dos Ferros, Maxaranguape, Areia Branca e Guamaré, que demonstraram interesse em se disponibilizar como parceiros para a realização da 32ª edição do programa.

O município de Guamaré será o primeiro deste ano a realizar o evento, que acontece desde 2007, sob a organização do Poder Judiciário potiguar, em parceria com várias instituições e órgãos públicos, como a Associação Brasileira das Mulheres da Carreira Jurídica, o Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN), Sesc, Sesi, além do Itep, Polícia Militar, Forças Armadas, entre outros que apoiam o programa.

As ações do Justiça na Praça serão iniciadas no mês de julho, em Guamaré. O projeto será levado a Parnamirim em agosto. A população de Maxaranguape será a próxima a receber o projeto, no mês de setembro, sendo beneficiada com os serviços, que vão desde assistência judiciária gratuita, audiências de conciliação, passando pela confecção de documentos com RGs e Carteiras de Trabalho, dentre outros.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) tem feito repetidos contatos com a equipe dos programas que desenvolvemos, interessados em realizar entrevistas e saber mais sobre o funcionamento dos projetos”, destaca a desembargadora, que citava os números de uma das edições do Justiça na Praça, realizada em Parnamirim.

Lá (em Parnamirim), foram mais de 100 mil pessoas que compareceram, que tiveram à disposição os serviços do Judiciário e de mais 60 parceiros”, aponta a desembargadora Zeneide Bezerra, enquanto o juiz Undário Andrade, que compõe a equipe do Núcleo, ressaltou as experiências que, segundo ele, fazem compensar todo o esforço dos coordenadores e parceiros.

Lembro de uma família grande que ninguém tinha qualquer documentação e, por isso, legalmente, não existia. Mas, no evento, em Patu, elas retiraram toda documentação e vieram nos agradecer depois. Isso não tem preço”, avaliou o magistrado.

Projetos

Na reunião, os prefeitos e secretários também conheceram as ações de outros programas do Núcleo de Projetos, tais como a Copegam, que é a Comissão Permanente de Gestão Ambiental, e o Justiça Escola, que já capacitou quase 3 mil educadores em 11 municípios, incluindo Natal. A capacitação se dá na metodologia do Programa 'O Caráter Conta', que trabalha o Zelo, o Respeito, dentre outros pilares.

Esse projeto me estimula. Ele reverte quadros de violência em várias escolas”, concluiu o magistrado Undário Andrade, para os representantes de Parazinho, Serra Caiada, Pau dos Ferros, Maxaranguape, Areia Branca, Guamaré, Vera Cruz, Parnamirim, Extremoz e Monte Alegre.

Parceiros que compareceram à reunião:

SEBRAE, CAIXA ECONÔMICA, CARTÓRIOS, SESI, PROERD (Programa contra as drogas desenvolvido pela PM), SISJERN, OAB, Comando do 3º Distrito Naval, BNB, ITEP, SETHAS, CEDUC, OUVIDORIA, ABMCJ (Associação Brasileira de Mulheres da Carreira Jurídica), Polícia Militar, Novos Rumos na Execução Penal, IFRN, SESC, NOADE, HEMONORTE, CAERN e URBANA.

 

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200