Boletim - 22-02-2013

 

TJRN PARTICIPA DE FÓRUM DE AÇÕES DO JUDICIÁRIO PARA A COPA

Exploração sexual de crianças e adolescentes, preços abusivos na cobrança de diárias de hotéis, greves oportunistas, além do enfrentamento à violência dentro dos estádios são os principais desafios que a Justiça brasileira deve enfrentar na organização da Copa do Mundo de 2014 e na Copa das Confederações deste ano. Para evitar todos esses problemas ou ao menos minimizar as ocorrências, o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) criou o Primeiro Fórum Nacional de Coordenação de Ações do Poder Judiciário para os eventos da Fifa (Federação Internacional de Futebol). Esta semana foi realizada a primeira reunião, em Brasília, onde foram definidas as atividades iniciais a serem desenvolvidas. O Juiz Gustavo Eugênio representou o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte no evento.

Entrevista: Gustavo Eugênio – Juiz de Direito

Os participantes estão divididos em três grupos: o federal, o estadual e do trabalho. A primeira tarefa dos grupos de trabalho, que se reunirão mensalmente, será definir uma forma de identificar quais demandas são relacionadas aos dois torneios de futebol que o Brasil sediará até 2014.

Entrevista: Gustavo Eugênio – Juiz de Direito

O Juiz Gustavo Eugênio também explicou que devem ser criados uma ouvidoria da copa, além de uma página na internet sobre o fórum.

Entrevista: Gustavo Eugênio – Juiz de Direito

 

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200