Rádio web: entrevistas sobre adoção são destaques de programas desta semana

A adoção é o tema principal de dois dos programas da rádio web Justiça Potiguar dessa semana. No programa “Por Dentro da Lei”, o juiz José Dantas de Paiva, responsável pela Coordenadoria da Infância e Juventude do TJRN, esclarece aos ouvintes os perfis das crianças e adolescente aptas à adoção e o conflito que surge quando se compara às características pretendidas pelos interessados. O magistrado explica que a maioria daqueles que precisam de uma nova família já são adolescentes ou, em outros casos, crianças inseridas em grupos de irmãos.

É por esse motivo que acontece anualmente, em parceria entre órgãos do poder público e grupos locais de apoio à causa, a Semana Estadual de Adoção. Este ano, a 6ª edição do evento, que acontece entre os dias 17 a 29 de maio, tem como tema central “Olha Pra Mim - conectando afetos”, e pretende dar visibilidade e desmistificar os aspectos da adoção tardia.

Embora o ato de adotar não seja uma novidade no Brasil, ao longo dos anos essa prática têm passado por uma série de cuidados, para que a pessoa inserida em uma nova família tenha a garantia de seus direitos enquanto criança ou adolescente. Para adotar, a pessoa ou casal interessado deve passar por etapas que pretendem concluir se a construção daquela nova família é saudável, tanto para quem pretende adotar, como para quem virá a ser adotado. 

Em Mesa

Já no programa “Em Mesa”, o presidente do grupo Acalanto, Pedro Fernandes, explica a atuação da ONG na desconstrução de paradigmas sobre a adoção.

O Projeto Acalanto Natal é uma sociedade civil e assistencial, sem fins econômicos, composto por um grupo de pessoas que voluntariamente desenvolvem o trabalho de esclarecimento, estímulo e encaminhamento à adoção, tendo como objetivo básico evitar a institucionalização de crianças e adolescentes e prevenir o abandono e a marginalização.

Além do grupo Acalanto de Natal, também participam da programação da Semana Estadual da Adoção o grupo Abrace de Parnamirim e a ONG Afeto de Mossoró. O evento conta ainda com a participação da Associação Nacional de Grupos de Apoio à Adoção (ANGAAD), uma associação civil, filantrópica, cultural e de defesa dos direitos de crianças e adolescentes, sem fins lucrativos, que congrega há 20 anos, mais de 130 Grupos de Apoio à Adoção (GAAs) no país. 

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200