Autoridades destacam importância do novo fórum de Mossoró

 

Foi em um final de tarde festivo que a presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Judite Nunes inaugurou a mais nova sede da justiça de Mossoró. Um prédio com arquitetura moderna e dotado de equipamentos tecnológicos de ponta que atende plenamente as necessidades que os servidores, operadores do direito e jurisdicionados necessitam e merecem.

Pela homenagem prestada ao Doutor Silveira Martins (ele empresta seu nome ao Fórum Municipal de Mossoró), Francisco Silmar Ferreira Borges, neto do homenageado agradeceu em nome da família. Ele fez um breve histórico de vida de Francisco Sales da Silveira Martins, falecido em 1947, que foi professor, tabelião, promotor de justiça e juiz de direito. Francisco Silmar parabenizou toda a justiça do Rio Grande do Norte. Para Francisco Silmar, Mossoró é hoje detentora do mais moderno equipamento de Justiça do Estado, uma importante conquista que melhora as condições de trabalho no Fórum Silveira Martins.

O diretor do Fórum de Mossoró, juiz Cornélio Alves, disse que aquela era uma data histórica para da Comarca, por ocasião da inauguração do novo Fórum Dr. Silveira Martins. Ele reconheceu que, para fazer frente ao reclamo constitucional por uma justiça cada vez mais eficiente, célere e eficaz, o Tribunal de Justiça tem buscado melhorar as condições de trabalho dos magistrados e servidores, fornecendo-lhe recursos materiais suficientes ao desempenho de suas atribuições e investindo em qualificação profissional.

“Daqui para frente, para nosso orgulho, a Justiça Estadual será a melhor instalada na comarca de Mossoró. Temos a nossa disposição, um local digno de trabalho, bem equipado, preparado para bem atender a população; apropriado mesmo na grandiosidade que a comarca merece”, comemorou. Agradeceu a UFERSA por ter cedido o terreno; aos desembargadores Amaury Moura, Osvaldo Cruz, Rafael Godeiro e Judite Nunes pela contribuição de cada um deles.

A prefeita municipal de Mossoró, Fafá Rosado, disse que para ela era uma honra participar, como prefeita, da inauguração do novo fórum da Comarca, uma obra que, na sua opinião, consolidará o Distrito Judiciário da região. Para ela, o novo equipamento representa um novo acesso a justiça e, com ele, o Tribunal de Justiça cumpre seu papel de garantir que o jurisdicionado usufrua plena cidadania e, assim também está cumprindo o princípio da dignidade da pessoa humana.

Já a governadora Rosalba Ciarlini falou que a nova sede da justiça local representa a concretização de um sonho para os mossoroenses. Ela lembrou de quando, ainda prefeita, recebeu as demandas do desembargador Expedito Ferreira, então juiz da Comarca, que a alertou da necessidade de se construir um novo fórum para Mossoró. Para ela, com uma estrutura pronta para abrigar até 30 varas, o novo fórum oferecerá condições de trabalho bem melhores e uma resposta bem mais rápida ao jurisdicionado.

A governadora agradeceu a presidente do Tribunal de Justiça, desa. Judite Nunes e conclamou o Judiciário para andar de mãos dadas com o Executivo para o engrandecimento do Rio Grande do Norte. Ela destacou o trabalho desenvolvido pela desembargadora Zeneide Bezerra frente aos programas e projetos do TJ, o que faz com que a justiça potiguar esteja presente em todas as regiões do Estado.

A presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Judite Nunes também considerou a inauguração do novo Fórum Dr. Silveira Martins como um dia histórico para todo o Estado. Para ela, um sonho torna-se realidade com a entrega de um edifício totalmente acessível às pessoas com deficiência e que abrigará todas as unidades da justiça local que estavam espalhadas em seis prédios distintos, dando melhores condições de trabalho e oferecendo um serviço melhor para a população.

Ela agradeceu a UFERSA pela doação do terreno e disse que, na sua gestão, a construção do fórum de Mossoró foi prioridade, recebendo investimento pesado e importante. Agradeceu a todos os que contribuíram para a concretização da obra. A presidente também fez um balanço das principais ações de sua gestão à frente do Tribunal de Justiça, enfatizou que deixa o TJ com um orçamento totalmente compatível com as necessidades do Judiciário estadual, ou seja, totalmente administrável. Finalizou afirmando que deixa a Presidência com o sentimento de missão cumprida e com o desejo de que tudo aconteça a contento no ano vindouro.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200