Justiça e Escola: 120 professores da rede municipal participam de formação em Mossoró

Cento e vinte educadores da rede municipal de ensino de Mossoró foram capacitados pelo programa Justiça e Escola como multiplicadores da metodologia “O Caráter Conta”, que trabalha os valores da cidadania, do zelo, do senso de justiça, da responsabilidade, do respeito e da sinceridade como pilares para a formação do caráter dos alunos. O programa é promovido pelo Núcleo de Ações e Programas Socioambientais (Naps) do Tribunal de Justiça do RN. Após dois dias de capacitação, os educadores participaram da cerimônia de encerramento realizada na última sexta-feira (18), na Escola das Artes de Mossoró.

A secretária municipal de Educação, Magali Delfino, considerou a presença do Justiça e Escola em Mossoró como de fundamental importância para educação do Município. “Em um mundo com tanta violência que, infelizmente, já adentrou também nas escolas, é muito importante termos um programa como este para o ambiente escolar”, destacou.

Magali Delfino salientou a capacidade do programa de resgatar valores para as crianças e para toda uma comunidade como algo muito importante, já que Mossoró vive uma situação de muita violência. “Eu quero agradecer ao Tribunal de Justiça e também à Prefeitura de Mossoró pela formação desses 120 professores. Nosso muito obrigado aos formadores do TJRN e a todos que contribuíram para que esse evento fosse um sucesso”, agradeceu.

A coordenadora do Naps, desembargadora Maria Zeneide Bezerra, destacou a dimensão e densidade do programa Justiça e Escola. “Nós acreditamos que podemos fazer tudo o que quisermos em prol da educação. Para mim, o professor é a melhor categoria que existe na camada social e tudo o que fizermos para os professores ainda é pouco”, afirmou a magistrada, destacando a importância da educação.

A desembargadora destacou o comprometimento do presidente João Rebouças, que mesmo antes de assumir a Presidência do TJTN, demonstrou interesse em dar continuidade ao programa e levar para todo o Estado os projetos e programas do Naps. Destacou também a importância da parceria com a Prefeitura de Mossoró e agradeceu à educação municipal pela colaboração.

A educadora Ismênia da Costa Gomes deu seu testemunho de como foram os dois dias de formação. Ela é professora desde o ano de 2014 e atualmente dá aulas na Escola Nossa Senhora das Graças. Ismênia revelou que sentia falta de uma formação como a que participou. Falou da importância da formação para seus alunos e que, após a primeira passagem do programa pela cidade, no ano de 2014, já percebeu a evolução das crianças.

Eu quero agradecer aos formadores que são maravilhosos. Não tenho palavras para expressar esses ensinamentos que são maravilhosos. Na apresentação dos meninos pudemos perceber esses ensinamentos na prática, não só na teoria. Vemos que podemos mudar a realidade, principalmente nas periferias. Esse engajamento da Justiça é fundamental. Essa formação foi um presente. Vamos tornar algo legítimo essa formação”, enalteceu.

Durante a solenidade de encerramento, alunos da Escola Municipal Dinarte Mariz apresentaram uma peça teatral que tratou do tema do “Lixo Digital”, abordando os perigos que o uso exagerado das redes sociais podem acarretar para crianças e jovens na atualidade. A performance foi elogiada pelas autoridades presentes no evento.

Contribuição

O presidente do TJRN, desembargador João Rebouças, lembrou que o programa Justiça e Escola existe desde 2007 e está contribuindo para melhorar o ambiente escolar porque o Tribunal de Justiça comparece às escolas para levar noções de cidadania. Para ele, este programa demonstra que o Judiciário não é um poder isolado da sociedade.

Magistrado também é cidadão e tem preocupação não apenas com a formação pedagógica, mas também com a formação em cidadania. Com o Justiça e Escola, a Justiça faz sua parte. A mensagem do Tribunal de Justiça, com o Justiça e Escola, é a de trazer os valores cívicos. É preciso que os professores tenham o senso de responsabilidade”, afirmou João Rebouças.

O presidente salientou a importância do Justiça e Escola dizendo que o objetivo é o de melhorar e contribuir com a cidadania exercida nos municípios do Rio Grande do Norte. “Precisamos ter esse relacionamento de responsabilidade. Eu tenho que dar meu exemplo. Que vocês possam servir de multiplicadores”, aconselhou aos educadores, revelando que, em todo o Estado, já foram formados oito mil professores.

A prefeita Rosalba Ciarlini destacou que Município de Mossoró e TJ já são parceiros há muito tempo. Contou que 480 professores foram capacitados durante as três formações que já aconteceram no município. Mas considera que ainda há muito trabalho pela frente, até atingir todos os 1.200 professores da rede. Rosalba destacou o importante papel dos professores para as pessoas, deixando lições por toda a vida.

Vossa Excelência está fazendo um trabalho muito importante na Presidência do Tribunal de Justiça em apoiar esses projetos importantes”, parabenizou a prefeita, lembrando aos educadores presentes que o desembargador João Rebouças é da região (do município de Areia Branca) e que trabalhou durante muitos anos na Comarca de Mossoró enquanto juiz.

Também prestigiaram o evento a presidente da Câmara Municipal de Mossoró, a vereadora Izabel Montenegro, o juiz Vagnos Kelly, diretor do Foro; o secretário-geral do TJRN, Lindolfo Sales; a secretária de Comunicação Social do TJ, Andreia Ramos e o coronel Pereira Júnior, chefe do Gabinete de Segurança Institucional.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200