CEIJ inicia treinamento para estagiários em pós-graduação

A Coordenadoria Estadual da Infância e da Juventude (CEIJ) do TJRN iniciou nessa segunda-feira (14), mais um treinamento de estagiários de pós-graduação, que atuarão nos Foros Regionais ligados a essa coordenadoria nos polos de Nova Cruz, Natal, Caicó, Macau, João Câmara, Pau dos Ferros e Mossoró. O treinamento que vai até a quinta-feira (17), reúne estudantes pesquisadores de pós-graduação de diversas instituições nas áreas de psicologia, assistência social e pedagogia.

Na abertura do evento o juiz coordenador da CEIJ José Dantas de Paiva, recebeu os estagiários e lembrou “que este primeiro contato é importante para que possamos nos conhecer melhor, para vocês conhecerem a instituição em que estão chegando e suas regras específicas”. Ele frisou que o estágio é um momento importante para a carreira profissional, servindo para “adquirir experiência nas respectivas áreas em que cada um vai trabalhar, mas haverá também um benefício para a população e os jurisdicionados que receberão um serviço de melhor qualidade, feito por profissionais capacitados”.

O contrato dos estagiários terá duração de um ano, podendo ser prorrogado por mais um ano e faz parte do programa de seleção de estagiários de pós-graduação do Tribunal para atuação em diversas áreas. A contratada Luìze Carla, que é cientista social e pedagoga, ingressou no programa agora e ressaltou sua “expectativa em aprender e agregar valor à sua formação, sendo um grande desafio conhecer e prestar um bom serviço para população que recebe serviços do judiciário”. Ela ressaltou que a formação de pedagoga lhe permite “contribuir com o trabalho de diferentes áreas, por meio da sistematização de processos de educação e estruturação do conhecimento, sendo viável trabalhar isso com as famílias, crianças e jovens que estão imersos em uma etapa importante de aprendizado”.

Já Marcelo Bezerra, também pedagogo, está encerrando seu estágio na CEIJ após 2 anos e avaliou que “a experiência foi muito enriquecedora profissionalmente, especialmente porque não havia trabalhos precedentes voltados para área de pedagogia atrelados ao tribunal estadual, de modo que deixamos feita uma primeira etapa de coleta de dados e vivências que servirão aos próximos colegas da área que continuarão nessa atividade”.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200