48º Copedem aborda o aperfeiçoamento do ensino nas Escolas Judiciais

Inteligência Artificial e Educação Profissional são alguns dos temas tratados na agenda de debates deste segundo dia de atividades do 48º Encontro do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura (Copedem), ocorrendo na sede do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), na capital Belo Horizonte. A sexta-feira (14) está sendo dedicada a palestras e painéis de debates, que culminarão com a elaboração e leitura da Carta de Belo Horizonte.

O tema Segurança Humana, desenvolvido pelo professor Edmundo Oliveira, coordenador geral do Comitê Permanente América Latina para Prevenção do Crime (Coplad), abriu a maratona de discussões nesta manhã, antecedendo o Painel Inteligência Artificial, com os desembargadores José Afrânio Vilela (TJMG) e Marco Villas Boas (TJTO), além do juiz José Faustino Macedo de Souza Ferreira (TJPE) e Delvan Barcelos Júnior, juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Na parte da tarde serão abordados os temas: “Transformação da Educação Profissional nas Escolas Judiciais de Magistratura” - Taís Schilling Ferraz Juíza Federal - Rio Grande do Sul/RS e a “Construção das Ações Educacionais: da definição do problema (diagnose) à correta aplicação das avaliações” - professora Acácia Zeneida Kuenzer Doutora em Educação-PUC/SP.

O Rio Grande do Norte foi destaque na fala do magistrado José Faustino ao citar o modelo de inteligência artificial POTI, desenvolvido pela Universidade Federal do RN e o Tribunal de Justiça Potiguar, por executar automaticamente a busca e bloqueio de valores em contas bancárias, finalizando em apenas 35 segundos a tarefa que antes levava mais de um mês para ser concluída. O robô ainda tem a função de atualizar o valor da ação de execução fiscal e transferir a quantia bloqueada para as contas oficiais indicadas no processo.

O diretor da Escola da Magistratura do Rio Grande do Norte (Esmarn), desembargador Saraiva Sobrinho e o juiz coordenador administrativo, Cleanto Pantaleão, estão participando do evento. “Assuntos tratados aqui no Copedem, como Inteligência Artificial, primeiro curso do ano oferecido pela Esmarn aos servidores, mostra que a nossa Escola está atenta e alinhada ao ensino moderno, seguindo os avanços da magistratura, os sistemas e executando a metodologia da ENFAM”, afirmou o desembargador Saraiva.

O Encontro é considerado um importante espaço para debates e troca de experiências, com o propósito de aproximar e alinhar as ações das Escolas da Magistratura, sempre com vista a excelência da prestação jurisdicional. Além de defender os princípios e funções de todas as Escolas, o Copedem uniformiza as atividades acadêmicas no estudo do Direito, colaborando para o desenvolvimento intelectual do magistrado e do servidor e para o fortalecimento das respectivas instituições.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200