TJRN recebe estagiários que realizarão migração de dados para novo sistema de GRH

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte recebeu hoje (6), no Complexo Judiciário, novos estagiários que auxiliarão na migração de dados dos sistemas utilizados pelos Recursos Humanos, para um sistema único de Gestão. Eles foram recebidos pelo Secretário Geral do TJRN, Lindolfo Sales, pela Diretora dos Recursos Humanos, Klícia Maia, e pelo servidor Renis Gomes.

“O TJRN tem vários sistemas administrativos, um dos principais é o sistema de Gerenciamento de Recursos Humanos, que tem todos os dados dos servidores e magistrados do Tribunal. O GRH, de todos os sistemas que temos, é o mais novo, tem aproximadamente dois anos, ele deve ser alimentado com os dados dos novos servidores, magistrados e estagiários, além das informações de quem já está nos sistemas antigos”, explicou Renis, que participou do desenvolvimento do GRH e vai ser responsável por supervisionar o trabalho de migração.

Até agora foram convocados nove estagiários, mas ao todo serão 20, revezando entre os turnos da manhã e da tarde para finalizar todo trabalho em até seis meses.

Segundo a diretora dos Recursos Humanos, atualmente são utilizados de quatro a cinco sistemas diferentes para a gestão de dados do RH. “Foi uma exigência do CNJ para que o Tribunal tivesse um sistema único e próprio, desenvolvido pela informática daqui, para resolver essa situação que já perdura vários anos e que está sendo foco dessa gestão para que consigamos integrar todas essas informações e sistemas. Hoje a gente tem uma quantidade muito grande de sistemas que não se comunicam, as informações ficam confusas, então o sistema único trás dados mais corretos”, explicou a diretora.

O secretário geral do TJRN, Lindolfo Sales, explicou que esse trabalho vai se mesclar com outro grupo que está alimentando o e-social, “tudo isso vai migrar para o GRH e finalmente vamos ter um banco de pessoal organizado”.

“Para os estagiários é um trabalho inicial de graduação deles, no qual vão aprender sobre o sistema de pessoal do Tribunal e onde eles vão aprender um pouco de direito administrativo prático, por que eles vão ter que conhecer isso para alimentar o sistema. Por isso não estamos fazendo esse trabalho com estagiários de nível médio, está fazendo com o pessoal do curso de direito, dos períodos finais, é um pessoal que já aprendeu sobre direito administrativo”, concluiu o secretário. Ele deu as boas vindas e lembrou aos estudantes da importância do trabalho que eles vão iniciar.

Wilton Dantas, que está começando agora o estágio no Tribunal Potiguar, acredita que essa fase é muito importante para o desenvolvimento profissional, “é no estágio que colocamos em prática tudo que aprendemos, todos os estudantes tem que passar por essa fase”. “Esse projeto é muito importante também por que é uma demanda do TJ e estamos unindo o útil ao agradável”, explicou o estudante. Para Marcos Rosado, também novo no quadro do Tribunal, “o estágio é a iniciação profissional, onde você vai começar a sentir como funciona o mercado de trabalho, é um momento de muito aprendizado para crescimento profissional e pessoal”.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200