Missa inicia programação de posse dos novos dirigentes do TJRN para o biênio 2019-2020

A a programação das atividades da posse dos novos dirigentes do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte teve seu primeiro momento na manhã desta segunda-feira, 07, por meio da realização de uma missa, na Catedral Metropolitana de Natal, a qual contou com a presença dos desembargadores que integram a corte potiguar, além de juízes, servidores do Poder Judiciário e do prefeito de Natal, Álvaro Dias.

João Rebouças e Virgílio Macedo Jr., tomam posse, às 18h desta segunda feira, no Centro de Convenções de Natal, Via Costeira, juntamente ao novo corregedor geral da Justiça, desembargador Amaury Moura, decano da Corte; o diretor da Escola da Magistratura do Rio Grande do Norte, desembargador Saraiva Sobrinho e o ouvidor geral do Poder Judiciário, desembargador Vivaldo Pinheiro.

A cerimônia religiosa também contou com representantes do legislativo municipal e estadual e de integrantes do Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público, dentre membros de outras instituições. Para o padre emérito João Medeiros Filho, há um novo perfil para a Justiça em 2019.

“A responsabilidade atual do judiciário é de restaurar a dignidade da pessoa humana. A sociedade deposita essa confiança nos novos dirigentes do TJRN”, afirmou o clérigo, ao destacar, em sua homilia, um texto do Velho Testamento, no Livro de Crônicas, no qual destaca a escolha do personagem do Rei Salomão, o qual teria pedido a Deus, no lugar de bens e riquezas, a sabedoria.

“O magistrado não pode ser um mero escravo da lei. É preciso interpretar, fazer a exegese. O atual magistrado deve ser um educador social”, acrescentou o padre João Medeiros, que é amigo do novo presidente do TJRN, desembargador João Rebouças, que contará, na vice presidência, com o desembargador Virgílio Macedo Jr., para o biênio 2019-2020.

“Acredito que o novo presidente cumprirá com competência essa missão”, destacou o desembargador aposentado Caio Alencar, que foi seguido dos desembargadores em atividade, Saraiva Sobrinho e Amaury Moura. “Nada melhor que começar a gestão invocando a sabedoria divina”, completou.

Para o desembargador Expedito Ferreira, que deixa a presidência do TJRN, as metas de sua gestão foram alcançadas. “A sensação é de dever cumprido. Cumprimos nosso papel de melhoria do Judiciário”, destacou o magistrado.

O desembargador João Rebouças pontuou os principais objetivos da próxima gestão.

“Queremos ampliar as melhorias na tramitação processual, nas ferramentas de informática e, assim, melhorar as condições de atendimento ao jurisdicionado”, afirmou.


 

 

 

 

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200