Processamento de dados: unidade anterior continuará funcionando

O Tribunal de Justiça realiza um dos maiores empreendimentos estruturais do biênio 2017-2018, contemplando uma necessidade crescente em quase duas décadas. “O TJ não fazia um investimento desta dimensão desde 2001, quando adquiriu e instalou o data center que atende ao Poder Judiciário potiguar desde então”, resume Gerânio Gomes. Se o volume de processos cresce a cada ano, o trânsito de dados aumenta ainda mais. A informatização tem um ritmo intenso e sem retorno.

“Temos um excelente data center, mas que possui o tamanho da época para a qual foi adquirido e projetado”, salienta o secretário. A estrutura existente cumpriu seu papel, mas as transformações tecnológicas de lá para cá exigem um aparato que suporte a demanda de dados e informações produzidos pela própria Justiça Estadual. A sala antiga não será desativada. Passará a ter as funções de espelho da nova unidade mais moderna e servirá para situações de contingência.

Indisponibilidade

Entre os dias 12 e 14 de outubro, a Setic realizará a transferência dos equipamentos de armazenamento de dados para o novo Datacenter. Por este motivo, o acesso à rede de informática em todas as unidades judiciárias do Tribunal de Justiça estará indisponível, no período das 00h01 da sexta-feira (12) até às 22h do domingo (14).

Os sistemas que estarão fora do ar, durante a transferência, são os judiciais (PJe, SAJ e ProJud), os administrativos (site, Diário da Justiça Eletrônico, consulta processual) e os demais sistemas internos. Os plantões serão afetados, porém todas as unidades estão cientes da paralisação.
 

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça 7 de Setembro, S/N, Natal/RN, 59025-300 - (84) 3616-6200