Impacto: cancelamento de sessão inviabilizou julgamento

O julgamento do recurso interposto por três réus da Operação Impacto, que seria julgado na última terça-feira (6) pela Câmara Criminal, acabou não ocorrendo em face do cancelamento da sessão. O ocorrido foi em face da participação da desembargadora Maria Zeneide Bezerra, uma das três magistradas da Câmara, na solenidade de instalação do processo judicial eletrônico nas varas da Justiça do Trabalho de Mossoró.

Entenda

As defesas dos três condenados no primeiro grau Adão Eridan, Aluízio Machado e Francisco Sales interpuseram um novo recurso, questionando a última decisão da relatora (ratificada pela Câmara Criminal), que não consentiu a extensão do prazo para que novos elementos fossem incluídos aos autos. “Enquanto eles persistirem com a interposição de recursos, o processo não pode ser relatado”, afirmou a magistrada.

O novo requerimento da defesa foi pautado pela relatora na sessão desta terça-feira passada (30 de outubro) da Câmara Criminal, no entanto, como os desembargadores Assis Brasil e Zeneide Bezerra se declararam suspeitos não houve quórum para julgamento.

Apelação Criminal n.º 2012.008163-6

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200