Conexão Direta: em Cruzeta, corregedora ressalta atuação da Justiça potiguar para aumentar produtividade

"É preciso destacar o trabalho de um Judiciário que é o que mais baixou processos no país", destacou a corregedora geral de Justiça, desembargadora Zeneide Bezerra, durante a edição do projeto Conexão Direta, em Cruzeta, comarca situada na região do Seridó. A magistrada lembrou que o Tribunal de Justiça do RN tem se pautado pela melhoria da produtividade, para prestar um serviço cada vez melhor às pessoas. A audiência pública foi realizada no auditório Antônio Alves da Cunha, dentro das instalações do Fórum Silvino Bezerra Neto, na manhã desta terça-feira (28). Também participou do encontro, o juiz titular da comarca, João Henrique Bressan de Souza.

“Queremos construir um Judiciário Cidadão, no qual você não tenha medo de se aproximar de um juiz”, frisou a desembargadora. Ela respondeu a questões da população como agregação de comarca e demora no julgamento de processos. A magistrada ressaltou que o tema é uma imposição do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e que acredita que a de Cruzeta não será agregada.

Zeneide Bezerra explicou que mesmo com menos servidores e juízes do que o necessário, o TJRN tem realizado mutirões como o da Meta 4, responsável pelo julgamento de processos de improbidade administrativa e corrupção. Só esse mutirão já julgou mais de 400 casos desse tipo, este ano.

O juiz Bressan salientou que a comarca de Cruzeta tem priorizado o aumento da produtividade. De fevereiro para cá, a taxa de congestionamento caiu de 97% para 73%, o que deixa a situação atual abaixo do índice de 80%, resultado bastante satisfatório em termos nacionais. A comarca passou anos sem juiz titular, situação resolvida a partir do concurso finalizado pelo TJ potiguar em 2016 com a convocação de 40 novos juízes. Hoje, Cruzeta tem 1.100 processos em tramitação.

Lideranças políticas, religiosas, advogados, conselheiros tutelares, tabeliães, professores e diretores de escolas participaram do evento, a convite do juiz João Bressan, que destaca a importância da participação da população em encontros deste tipo, nos quais pode ser ouvida pelas autoridades judiciárias. A comarca abrange os municípios de Cruzeta e São José do Seridó, distantes 12 quilômetros um do outro, que juntos somam cerca de 15 mil habitantes.

Desde fevereiro de 2017, 38 comarcas sediaram edições do Conexão Direta, abrangendo uma população indiretamente atendida de 1,3 milhão de pessoas. “Uma das nossas satisfações é ver momentos como esse quando uma filarmônica formada por crianças e adolescentes demonstra seu talento, sob o comando do maestro Humberto Dantas, e apoiada por recursos de penas pecuniárias, provando que as ações e decisões do Judiciário fazem parte da vida das pessoas”, exemplificou Zeneide Bezerra.

Estiveram presentes na edição em Cruzeta, a promotora Marília Regina Fernandes; a prefeita de São José do Serido, Maria Dalva; a presidente da Câmara dos Vereadores de Cruzeta, Mônica Medeiros, entre outras autoridades da região. A audiência com a comunidade local foi transmitida pela Radio Três Rios, de Cruzeta.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200