Impacto: Defesa entra com novo recurso

As defesas dos três envolvidos da Operação Impacto Adão Eridan, Aluízio Machado e Francisco Sales interpuseram um novo recurso no processo que tramita no segundo grau. O questionamento foi em face da última decisão da relatora, juíza Tatiana Socoloski (ratificada pela Câmara Criminal), que não consentiu a extensão do prazo para que novos elementos fossem incluídos aos autos. “Enquanto eles persistirem com a interposição de recursos, o processo não pode ser relatado”, afirmou a magistrada.

O novo requerimento da defesa foi pautado pela relatora na sessão desta terça-feira (30) da Câmara Criminal, no entanto, como os desembargadores Assis Brasil e Zeneide Bezerra se declararam suspeitos não houve quórum para julgamento. Tatiana Socoloski adiantou que levará o feito novamente para apreciação na sessão da próxima quinta-feira (1º), quando um outro magistrado será convocado.

Entenda

Os desembargadores da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), reunidos em sessão na quinta-feira, 11 de outubro, indeferiram pedido de três dos envolvidos na Operação Impacto - Adão Eridan, Aluízio Machado e Francisco Sales. Eles solicitaram um novo prazo para incluir mais elementos à defesa, no processo em tramitação no Juízo de segundo grau.

A decisão dos magistrados manteve entendimento da relatora, juíza convocada Tatiana Socoloski. Após divulgado o acórdão da decisão, o processo retornará à magistrada, que proferirá o voto e o encaminhará ao revisor da matéria, desembargador Virgílio Macedo. Finalizada essa fase, o processo seguirá para decisão final da Câmara Criminal.

Apelação Criminal n.º 2012.008163-6

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200