Integrantes da Câmara Criminal comemoram elevada produtividade em 2018

Os desembargadores que integram a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RN abriram a sessão administrativa desta terça-feira (24), destacando os números positivos que estão sendo contabilizados, semanal e mensalmente, no que se relaciona ao quantitativo de julgamentos realizados, em especial, os recursos de Apelação. Os dados mostram que o órgão julgador está em dia, com demandas já de 2018 sendo apreciadas pelos desembargadores.

Isso significa que um recurso de Apelação, por exemplo, leva menos de três meses para ser julgado em meio a demanda elevada que chega à Câmara Criminal”, avalia o presidente do órgão julgador do TJRN, desembargador Glauber Rêgo, ao fazer referência ao total de 42 apelações julgadas nesta terça-feira.

O tom positivo também foi acompanhado pelo desembargador Gilson Barbosa, vice-presidente do TJRN, o qual baseia a elevada produtividade da Câmara Criminal em várias práticas que vem sendo adotadas pelo órgão julgador. Dentre elas, o esforço da equipe de cada gabinete. “Trabalham não apenas em dias úteis e se dedicam para manter a pauta rigorosamente em dia”, comenta o desembargador.

Ele destacou que a produtividade da Câmara vem sendo elogiada por advogados que acompanham os recursos de seus clientes. “Temos tido esse feedback da parte deles, ao realizarem comparações com outras Câmaras criminais do Nordeste. Elogiam muito nosso sistema de atividade”, acrescentou Gilson Barbosa.

O integrante da Câmara Criminal destaca que a disponibilização do voto, no dia anterior ao da sessão, também contribui para a celeridade dos julgamentos.

Com isso, cada desembargador pode ver antecipadamente o voto e na sessão apenas revelar se acompanha ou não e mudar, caso assim entenda, após a sustentação oral de um advogado em prol de seu cliente”, observa o vice-presidente do TJRN.

A sessão foi acompanhada por estudantes de várias faculdades particulares, sob a orientação de advogados que integram a seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça 7 de Setembro, S/N, Natal/RN, 59025-300 - (84) 3616-6200