Parceria do TJRN e Sape/RN: 1ª edição de Feira da Agricultura Familiar na Praça 7 de Setembro acontece nesta quinta (12)

A partir desta quinta-feira (12), às 7h, os natalenses ganham mais uma opção para comprar legumes e verduras, com a primeira edição da Feira da Agricultura Familiar, com produtos orgânicos na Praça 7 de Setembro, em frente ao prédio sede do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. O presidente do TJRN, desembargador Expedito Ferreira, e o secretário estadual da Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Gustavo Saldanha, assinaram, hoje (10), termo de cooperação técnica para promover esta feita de alimentos produzidos pela agricultura familiar do estado.

E o melhor desta parceria é que os alimentos serão comercializados do produtor para o consumidor, sem atravessadores. A feira acontecerá semanalmente às quintas-feiras, na praça 7 de setembro, das 7h ao meio-dia.. A Secretaria de Agricultura (Sape/RN) é a responsável por selecionar os agricultores que irão vender o produtos, enquanto o Tribunal Potiguar fará a segurança e montagem das bancas.

O desembargador destaca que este é mais um projeto de sua administração à frente do Poder Judiciário potiguar a fim de aproximar ainda mais a instituição da população, além de contribuir para oferecer à comunidade mais uma opção de feira, sobretudo estimulando o bom hábito de consumir produtos mais saudáveis. Outro ponto positivo é que a renda gerada com a venda das hortaliças ficará com os agricultores e suas famílias. O que representa o lado social de um projeto que colabora para a qualidade de vida. Ele acredita que a comunidade judiciária também irá prestigiar esta iniciativa.

Guilherme Saldanha, secretário de agricultura do Estado, destaca a importância dessa iniciativa. “São parcerias como essa que fortalecem a agricultura familiar. Esse segmento é responsável por cerca de 70% dos alimentos nas mesas das famílias e, muitas vezes, a produção é comercializada por intermédio de atravessadores que ficam com os lucros que deveriam ser destinados aos produtores. Portanto, a promoção de feiras de orgânicos beneficia a sociedade, que adquire produtos novos diretamente dos agricultores, e beneficia também o produtor, que pode vender os alimentos sem interferências.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça 7 de Setembro, S/N, Natal/RN, 59025-300 - (84) 3616-6200