Fiscal de transporte ganha direito à nomeação

Uma aprovada em concurso público para o cargo de Fiscal de Transporte coletivo ganhou o direito de ser nomeada, já que foi classificada dentro do número de vagas previstas no edital, e, ainda assim, não havia sido convocada pela Prefeitura.

O direito surgiu após a candidata mover um mandado de segurança (Processo nº 0800345-49.2010.8.20.0101), concedido, em primeiro grau, pela 3ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal.

A Prefeitura chegou a mover recurso junto ao TJRN (2012.002847-6), mas a Apelação foi negada pelos desembargadores.

Segundo a decisão, a Administração fica vinculada ao regulamento do concurso público e não pode, sem justa causa, deixar de nomear os candidatos aprovados, preenchendo todas as vagas disponibilizados no instrumento convocatório, antes de expirar a validade do processo.

A decisão ainda destacou que a chamada 'discricionariedade' da administração não deixa de ser respeitada, pois esta a exerce quando decide o número de vagas que serão estabelecidas por meio do edital, sem que nenhuma outra esfera de poderes interfira em sua decisão.

 

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200