Novos Rumos e IFRN promovem curso na Apac Macau

O Programa Novos Rumos na Execução Penal, em nova parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia-IFRN, através do Campus Cidade Alta, realizou curso de composição artística e pintura, nos dias 21 e 22 de agosto de 2012 , na Apac Macau, na cidade de Macau-RN, ministrado para o regime fechado, pela Professora Mestre Mára Mattos.

A parceria realizada pelo Programa com a Instituição de Ensino é o início de uma parceria objetivando a qualificação profissional de pessoas que estão no sistema prisional e, dentre os projetos, destaca-se a utilização da arte como forma de expressão e terapia, na tarefa de transformação humana.

A Lei de Execução Penal garante a todo cidadão preso o direito a assistência material, a saúde, jurídica, educacional, social e religiosa e tais atividades realizadas na Apac Macau objetivam efetivar tais garantias.

A Arteterapia tem como principal objetivo atuar como um catalisador, favorecendo o processo terapêutico, de forma que o indivíduo entre em contato com conteúdos internos e muitas vezes inconscientes, normalmente barrados por algum motivo, assim expressando sentimentos e atitudes até então desconhecidos.

A professora e doutoranda pela Universidade do Minho (Portugal), Mara Mattos, conheceu o projeto e se diz gratificada pela atividade desenvolvida: “As instituições de ensino devem cumprir com a função de garantia do direito a educação e cultura, de forma igualitária a todo cidadão, esteja no sistema penitenciário ou não, e através desta parceria com o Tribunal de Justiça temos certeza que tanto os recuperandos internos na Apac Macau como o restante da sociedade será beneficiada, pela não-reincidência no crime”, destacou.

Segundo dados do Ministério da Justiça, os índices de reincidência no Brasil chegam a 90% no país, isto é, de cada 10 cidadão que entram no sistema carcerário, apenas 01 não volta a delinqüir, o que demonstra que o sistema atual não está reabilitando. Segundo a Coordenação do Programa Novos Rumos, é dever do Estado e da sociedade modificar este quadro por meio de novas iniciativas, como o fomento a metodologia Apac, já desenvolvida pela Apac Macau.

 

Notícias mais acessadas

Últimas notícias

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200